Prosimetron

Prosimetron

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Parabéns, Luisa!

António Soares - Na esplanada do Café des Plaires, 1920-1930
Lisboa, MNAC

«Pintura da primeira fase da obra do artista, impõe com grande espontaneidade os valores modernos a par da mundanidade cosmopolita e estilizada do ambiente francês da época. Entre estes dois limites joga-se o melhor da obra de António Soares. A cor é ácida, sobretudo nos verdes, dada por planos abstractos que tornam o fundo participante. A planificação da figura é absoluta e recusa a definição de contorno deixando transparecer sob o arrastamento do pincel o cru da tela. Ao sintetismo com que é apontada a rapariga sobrepõem-se alguns detalhes que a caracterizam dentro do gosto dos anos 20: o chapéu de aba curta revirada, o cabelo à garçonnette, a écharpe e o vestido negro decotado, ou o cigarro na boca finamente delineada num rosto anónimo, recusa o retrato e sobrepõe-lhe o estilo vamp do manequim como identidade. O braço, que apoia na mesa e segura a chávena, não está isento de uma certa ironia que o artista praticou e expôs nas Exposições dos Humoristas. É então no quadro deste entendimento frívolo e enquanto estilo, servido por uma delicadíssima sensibilidade, que o Modernismo da cena é assimilado ao voluptuoso «espírito da época» e nele se detém.»
Pedro Lapa


Um dia feliz!

3 comentários:

Mª Luisa disse...

Ainda mais uma outra surpresa e Que bela!
O retrato...Se eu tiver esse "estilo" mesmo poderia haver coincidência ( inclusive o cigarro) e deixando o vestido decotado...Que já não estou em idade...Gosto imenso ...
Obrigada de novo e vou voltar a amarrar o beijo da peça musical que elegiste, da que também gosto muito.
Forte abraço e fico em déveda , entre outras muitas coisas , de um convite a souflé de aniversário.



Luisa

Isabel disse...

Parabéns, embora um pouco atrasados, para a sua amiga!

:)

maria franco disse...

Gosto da imagem e da canção.
Boa noite.