Prosimetron

Prosimetron

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Teixeira de Pascoais

Teixeira de Pascoais, em Amarante.

Elegia de Amor

Lembras-te, meu amor,
Das tardes outonais,
Em que íamos os dois,
Sozinhos, passear,
Para fora do povo
Alegre e dos casais,
Onde só Deus pudesse
Ouvir-nos conversar?…
Tu levavas na mão
Um lírio enamorado;
E davas-me o teu braço
E eu, pálido, sonhava
[...]

Teixeira de Pascoais

4 comentários:

Cláudia Ribeiro disse...

Belíssimo, este poema!
Bom dia, MR.:)

maria franco disse...

Um bonito poema de amor.
Boa noite.

Justa disse...

¡Me gusta!

MR disse...

Bom dia a todas.