Prosimetron

Prosimetron

segunda-feira, 19 de outubro de 2020

Boa noite!


 «Dernier métro», um duo com Gims, do novo álbum  Mi Vida de Kendji Girac.

Li hoje

 


«O comunismo é a juventude do mundo.» 
Paul Vaillant-Couturier

Não pude deixar de sorrir ao ler hoje esta citação na capa de um livro de Lenine, edição francesa de 1945. Paul Vaillant-Couturier foi fundador do PCF. 

Marcadores de livros - 1741

Um belíssimo marcador que veio num livro que comprei nesta livraria.

domingo, 18 de outubro de 2020

Os meus franceses - 790



 

Queijadas de Vila Franca do Campo

 

https://www.facebook.com/queijadasdavila/

Uns amigos foram aos Açores e trouxeram-me estas deliciosas queijadas. Não sei a receita das que comi é esta, mas na net encontrei uma para quem quiser meter as mãos na massa.


sábado, 17 de outubro de 2020

Boa noite!



Boa tarde!

A Garota Não foi uma boa descoberta nos Encontros Imediatos de hoje.
 

Marcadores de livros - 1740

Há uns dias vi estes marcadores. Não me lembro se lá estava a coleção completa, mas comprei um deles. A orelha está para baixo e levanta-se quando se coloca na página do livro em que se ficou. Mas não o vou usar.

quinta-feira, 15 de outubro de 2020

Boa noite!

Sinéad O'Connor canta uma canção de Mahalia Jackson.

Santa Teresa de Ávila

Josefa de Óbidos - A transverberação de Santa Teresa, 1672 (pormenor)
Cascais, Igreja de Nossa Senhora da Assunção

Em 10 de dezembro próximo vai finalmente abrir na Casa das Histórias, em Cascais, uma exposição de obras de Josefa de Óbidos, a mais conhecida artista barroca portuguesa, a partir do conjunto de seis painéis sobre «A Vida de Santa Teresa de Jesus», que se encontram na Igreja Matriz de Cascais.

Em geminação com Memórias e Imagens.

Marcadores de livros - 1738

Versos e reversos de marcadores.

 

quarta-feira, 14 de outubro de 2020

Os meus franceses - 789


Para a Maria.

Léon Spilliaert, luz e solidão


Sozinha, 1909

O belga Léon Spilliaert é considerado um pintor de solidões inquietantes, de perspetivas infinitas. Esta exposição - que esteve anteriormente na Royal Academy (Londres) e pode ser vista no Musée d'Orsay até 10 de janeiro de 2021 - centra-se nos anos de 1900 a 1919, os mais intensos de Spilliaert, e apresenta as suas obras mais radicais. 


terça-feira, 13 de outubro de 2020

Boa noite!


India Martínez faz hoje 35 anos.

Jantar de amigos

Adriaen van Utrecht,  Banquete - Natureza morta,1644
Amesterdão, Rijksmuseum

Com macaco e cão.

Les gens du rail

Esta exposição sobre os 200 anos de história da ferrovia francesa pode ser visitada até 22 de janeiro de 2021, em Roubaix, nos Archives nationales du Monde du Travail.
Foi pensada do ponto de vista das pessoas que trabalharam, quotidianamente, nos comboios, nas vias, nas oficinas ou nos escritórios. Que estatuto tinham os ferroviários? Quais eram os seus valores e as suas lutas? Que desafios tinham as suas profissões?
Graças a documentos de arquivos, muitos inéditos, a história arrasta-nos nesta história rica em voltas e reviravoltas.

domingo, 11 de outubro de 2020

Boa noite!


 

Jardins - 43

Segundo a newsletter da Fundação Claude Monte, «as dálias são as estrelas incontestadas do jardim de Claude Monet», nas suas diferentes espécies. E esta é a estação delas.
A mesma newsletter informa-nos que a casa e o jardim vão fazer a sua «hibernação» anual a partir de 1 de novembro.

sábado, 10 de outubro de 2020

Boa noite!


Cozinha italiana

 

«- Tu sentas-te aqui, à esquerda – disse Padovani. Pousou a taça e começou imediatamente a deitar a massa para o prato de Brunetti. 
«Brunetti olhou para baixo, esperou que Padovani se servisse, e começou a comer. Tomate, cebola, cubos de toucinho fumado, e talvez um toque de malagueta, tudo despejado por cima do macarronete, a sua massa seca preferida. 
«- Está bom – disse com sinceridade. – Gosto da malagueta.» 
Depois do prato de massa, Padovani levantou os pratos, foi à cozinha e «Trouxe um pequeno assado de peito de peru picado cingido por tiras de toucinho fumado e com batatas em volta, e […] uma travessa de pimentos assados embebidos em azeite e uma taça enorme de salada mista.» 
Donna Leon - Vestido para a morte. Lisboa: Presença, 2000, p. 114

Bom dia !

Da vinheta


 Dia 30 de Setembro o nosso JP enviou-me esta imagem para ser a sua primeira vinheta do corrente mês. Acordámos que seria postada a 2 ou 3 de Outubro dada a relevância da última vinheta de Setembro.

Eu estava fora de Lisboa, o que é só meia desculpa, e a verdade é que me esqueci completamente de a postar. Até hoje, quando fiz a triagem das várias dezenas de emails recentes .

As minhas desculpas, desde logo ao JP,  e prometo que vou tomar memoral  :) . A vinheta mantém-se, porque não foram suficientes estes dias para esquecer o muito que o universo criativo em causa deu a sucessivas gerações.

Marcadores de livros - 1736


sexta-feira, 9 de outubro de 2020

terça-feira, 6 de outubro de 2020

Boa noite!

Letra de Ary dos Santos e música de Alain Oulman.

 

Livro de contactos em restaurantes: Devemos temer pela nossa privacidade?

Acabei de ler em L'Obs online o seguinte:

« "Attendez ! ", nous intime-t-on avec fermeté, alors que nous nous entrons dans une osteria à deux pas du lac de Côme. " D’abord, je prends votre température, ensuite vous remplissez le carnet de contacts ", poursuit le serveur, autoritaire. En Italie, depuis le déconfinement, restaurants et bars sont soumis à un strict processus de contrôle des clients, afin d’endiguer l’épidémie de Covid-19. Dans les grands " cahiers de contacts " (ou " carnets de rappel " selon la terminologie gouvernementale), les visiteurs indiquent leur horaire d’arrivée, leur nom, numéro de téléphone, et éventuellement adresse e-mail. Un procédé qui, après plusieurs mois d’usage à l’étranger (Italie donc, mais aussi Allemagne, Portugal, Suisse, Belgique, Angleterre, Autriche, Nouvelle-Zélande, etc.), va s’appliquer aux restaurants, du moins franciliens, dès ce mardi 6 octobre, selon le nouveau protocole sanitaire.»
Não é por nada, mas tenho ido a alguns restaurantes e nunca me tiraram a febre nem tive que dar dados nenhuns. 

Centenário de Amália - 9

Amália faleceu há 21 anos.
Estou a ler o livro de Miguel Carvalho e espero ainda ler a entrevista de Manuel da Fonseca este ano.

Parabéns, Cláudia!


Uma livraria instalada num antigo teatro, em Buenos Aires:

 
 
 O edifício, projetado pelos aqruitetos Peró e Torres Armengol,  foi construído para o empresário teatral Max Glücksmann e abriu como Teatro Gran Splendid em maio de 1919. Em 2000 foi vendido ao Grupo Ilhsa. Em 2019 El Ateneo Grand Splendid  foi considerada a livraria mais bela do mundo pela National Geographic.

Um dia feliz!

segunda-feira, 5 de outubro de 2020

Os meus franceses - 786

«La Chanson des loisirs», letra e música de Jean Villar, conhecido como Gilles (1936). aqui cantada por Bernadette Delchambre e Jean-Philippe Winter.

O Comissário Montalbano está de volta à RTP2

Luca Zingaretti é o intérprete de Montalbano

O comissário Montalbano está de volta à RTP2 aos sábados e domingos, na 4.ª temporada. O comissário vive e exerce a sua ação em Vigàta  (Sicília), cidade imaginada por Andrea Camilleri a partir da sua terra natal, Porto Empedocle, o que só soube há pouco tempo. 
Montalbano é um comissário humano, que vive numa casa junto ao mar (onde vai dar umas braçadas) e gosta de boa comida (italiana, claro!), feita pela sua funcionária Adelina e do restaurante de Enzo.

Camilleri junto à estátua de Montalbano, em Porto Empedocle. Este comissário não se parece nada com Luca Zingaretti-

Leituras no Metro - 1066

 

Paris: Denoël, 1997

Há muitos anos que queria ler uma biografia de Léo Lagrange. Escolhi esta de Pierre Mauroy, antigo primeiro-ministro e maire de Lille, que conheceu Léo Lagrange em miúdo e criou a Federação Léo Lagrange em 1951.
Lagrange alistou-se aos 17 anos para combater na Grande Guerra (1918) e morreu na frente de batalha em 1940. 
Advogado, defendeu, quando ninguém o queria fazer, muitos antigos combatentes estropiados para que o Estado lhes atribuísse as pensões devidas.
Em 1936 foi nomeado subsecretário de Estado com a pasta dos Desportos e Ocupação dos Tempos Livres no governo da Frente Popular, liderado por Léon Blum. Foi a primeira vez que uma tal pasta foi criada. Foi este governo que criou o regime de férias pagas (14 dias). Para que os trabalhadores pudessem usufruir com dignidade desse tempo livre, Léo Lagrange incrementou o desenvolvimento de atividades desportivas, turísticas e culturais. Criou um bilhete de comboio em que os trabalhadores e suas famílias pagavam apenas 40% da tarifa normal e impulsionou o desenvolvimento de parques de campismo e de pousadas de juventude. 
Os primeiros bibliobus foram fruto da política de Léo Lagrange, assim como teatro e cinema na província, a preços módicos.
O governo da Frente Popular foi o primeiro governo a ter uma política para a Cultura e o primeiro a legislar a semana das 40 horas de trabalho.
Grande amigo de Clara e André Malraux, Léo Lagrange concebeu o «museu imaginário» que viria a ser transformado em livro por Malraux. Madeleine Lagrange afirmou que se Malraux não tivesse ido combater na Guerra de Espanha eles teriam posto o museu de pé.
Do seu amigo, disse Malraux: «Il est mort dans le courage, dans la recherche de la vérité et dans la dignité. C'était un homme que nous aimions», conteúdo semelhante ao da carta que De Gaulle enviou a Madeleine Lagrange.  De Gaulle e Lagrange tinham posições próximas em relação à guerra.

Partida de um comboio com trabalhadores e famílias para férias na praia no Verão de 1936. A maioria ia ver o mar pela primeira vez.
No Natal do mesmo ano muitos trabalhadores e jovens foram às montanhas pela primeira vez e fizeram ski.


Talvez venha a ler as memórias de Madeleine Lagrange, juíza e advogada, mulher de Léo Lagrange, que o apoiou muito na sua atividade política. Se o fizer, darei notícias. 📚

domingo, 4 de outubro de 2020

Os meus franceses - 785

«Au devant de la vie», um hino sobre as primeiras férias pagas (França, 1936).
 

Let your heart dance with me

Última canção dos Roxette, gravada antes da morte de Marie Fredriksson.

Bom domingo!

Marcadores de livros - 1734

Verso e reverso (exterior e interior) de um marcador magnético. Com um agradecimento à Sandra.

Gabrielle Chanel, manifeste de mode


O Palais Galliera (Paris), onde está instalado o Museu da Moda, teve obras de ampliação. Reabre agora com uma retrospetiva dedicada a Gabrielle Chanel. A exposição apresenta mais de 350 peças de uma costureira que revolucionou a moda.
A mostra pode ser visitada até 4 de março de 2021.


sexta-feira, 2 de outubro de 2020

Boa noite!

Há uns dias apeteceu-me ouvir este irlandês que já não escutava há muito tempo.


Albrecht Altdorfer. Maître de la Renaissance allemande



Pintor, desenhador e gravador, Albrecht Altdorfer é um grande artista do Renascimento germânico, muito menos conhecido do que outros mestres de sua geração, como Dürer ou Cranach.
Esta exposição tem como objetivo apresentar a riqueza e a diversidade da obra de Albrecht Altdorfer, artista com grande capacidade de invenção formal e iconográfica, pioneiro nos géneros de paisagem e arquitetura. A exposição destaca a  sua importância como artista renascentista.
No Museu do Louvre até 4 de janeiro de 2021.




quinta-feira, 1 de outubro de 2020

Boa noite!


Mesmo caseira


 São servidos ? 

Ainda o Regente



 Respondendo a M.R., com o meu atraso costumeiro ... , aqui ficam duas sugestões sobre as relações do Regente Filipe de Orleães com a gastronomia, uma mais séria, e outra mais agitada mas de autora que pesquisa rigorosamente.