Prosimetron

Prosimetron
Prosimetron: termo grego que designa a mistura de prosa e verso.

sábado, 3 de dezembro de 2016

Boa noite!

Humor pela manhã



Capa da semana ! :)

Bom dia !




Bom fim de semana !

Marcadores de livros - 540

Bordado de Castelo Branco sobre cortiça.

Livros de cozinha - 93

Barcarena: Marcador, 2016

«Como a autora escreveu na capa são Receitas simples e criativas para saborear com a família e amigos. Ora são dois pressupostos para garantir sucesso. As receitas são simples, porque são fáceis de executar, e depois afirma o propósito da partilha, e o seu sentido convivial.
O livro está repartido nas seguintes categorias com receitas: Para petiscar, Comidas frescas para dias quentes, Com sabor a mar, Do talho para a mesa, Para celebrar a amizade e Só coisas doces. É, portanto, fácil dirigirmo-nos para o capítulo de acordo com o momento ou circunstância de preparação das receitas.
Há um detalhe que muito me agrada. No final de cada receita, uma pequena prosa, emotiva muitas vezes, da relação da autora com cada receita. Por aqui se descobre o seu entusiamo na confeção, o seu amor, secreto, dado a cada preparação. E assim se descobre também porque é que autora tem uma alegria contagiante. A sua espontaneidade, cativante, passa para a receita da mesma forma que nos encanta no seu trato. Vejam o ar de felicidade em cada foto da autora. Por mais simples que a receita pareça, aí está ela sorrindo e apresentando o produto final. Aí está o seu segredo que transmite para o amor com que tem que se ir para a cozinha.
Este livro também é bom para aqueles e aquelas que se queiram iniciar no cozinha sem complexos ou constrangimentos. Linguagem simples, método de confeção bem explicado e fotos completamente esclarecedoras. Não sendo um receituário de cozinha portuguesa, encontramos muitas raízes nossas.»

Virgílio Nogueiro Gomes
http://www.virgiliogomes.com/index.php/livros-pt/801-livro-de-petiscos

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Boa noite!

Amanhã no Porto


Marcadores de livros - 539

Dois marcadores (verso e reverso) dos arquivos de L'Eure-et-Loir (França).

Pode ver o catálogo em:
http://www.archives28.fr/article.php?larub=94&titre=ouvrage-la-guerre-1914-1918-le-front-de-l-interieur


Sozinhos em Berlim



Gostei deste filme baseado em factos reais. 
O casal Otto e Elise Hampel (no filme chamados Otto e Anna Quangel) escreviam postais denunciando o governo de Hitler, durante a II Guerra Mundial, deixando-os em locais públicos, na cidade de Berlim. E mais não conto porque podem querer ir ver o filme.

Um dos postais escritos por Otto Hampsel.
A placa colocada na casa onde residia o casal Hampsel, em Berlim: Amsterdamer Straße 10.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Boa noite!

Marcadores de livros - 538


Série de oito marcadores (frente e reverso) referentes a Grandes esperanças, de Charles Dickens, editado pelo Circulo de Lectores espanhol, nos seus 50 anos e no bicentenário do nascimento de Dickens. Estes marcadores têm umas belas ilustrações de Ángel Mateo Charris.



Grandes Esperanças (no original Great Expectations) conta a história de Philip Pirrip e foi inicialmente publicado em folhetim, no All the Year Round entre 1 de dezembro de 1860 e agosto de 1861. Neste ano saiu em livro, em 3 volumes.




Para Luisa.

Marcadores de livros - 537


Margarida de Sabóia, duquesa de Mântua, pintada por Federico Zuccari.

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Os meus franceses - 505

Marcadores de livros - 534

Da Oficina do Livro

Já em tempos fiz um post sobre estes dois livros, noutras edições (penso que da Bertrand e da Portugália) que li várias vezes.

Vi que o Google hoje assinala o nascimento de Louisa May Alcott há 184 anos, numa tira que daria um belo marcador:



Festas e divertimentos na Corte


Luís XIV fez de Versalhes um lugar de festas e de espetáculos, sabendo como era necessário no quadro político de então haver « cette société de plaisirs, qui donne aux personnes de la cour une honnête familiarité avec (le souverain), les touche et les charme plus qu'on ne peut dire ». 
Eram necessários numerosos divertimentos que surpreendessem a corte, o reino, a Europa. 
Todos os sucessores de Luís XIV até à Revolução Francesa, em função dos seus gostos e da evolução da moda, mantiveram a tradição do fausto e da criação de divertimentos, como caça, espetáculos, comédias, óperas, concertos, passeios, jogos ao ar livre e desportos, assim como jogos a dinheiro, fogos de artifício e iluminações.
É isto que a exposição Fêtes et divertissements à la Cour, que inaugura hoje no Palácio de Versalhes e que pode ser vista até 26 de março de 2017, pretende apresentar.


segunda-feira, 28 de novembro de 2016