Prosimetron

Prosimetron
Prosimetron: termo grego que designa a mistura de prosa e verso.

sábado, 2 de março de 2013

Os meus franceses - 259

Pintores e pinturas -9



Eduardo Nery nasceu em 1938 na Figueira da Foz, mas no ano seguinte veio para Lisboa. Estudou no Liceu D. João de Castro e acabado o curso  liceal matriculou-se na Escola Superior de Belas Artes. Mudou pra o curso de Arquitectura, mas desistiu. Foi para Paris, onde em 1957  iniciou um estágio com Jean Lurçat em Saint-Céré, França, familiarizando-se com o universo da tapeçaria contemporânea.




No início do seu percurso pictórico foi influenciado pelos gestualistas, depois pela Op Art e mais tade pelo dadaísmo.





Foi pintor, desenhou cartões para tapeçarias e azulejos. Foi condecorado em 2012, pelo Presidente da República, Prof. Doutor Aníbal Cavaco Silva, com o grau de Grande Oficial da Ordem do Infante D. Henrique.

Morreu hoje em Lisboa 



Boa tarde!

"... uma espécie de Memórias"

Georges Seurat, O Eco, 1883-84
File:Seurat L'Echo.jpg

I
«Desejei falar de mim, neste livro, redigir uma espécie de Memórias. Fui escrevendo, escrevendo... Falei dos outros, afinal. Mas quem somos nós senão os outros?
Um homem é todos os homens que passaram por ele nesta vida e todas as coisas que ele viu. Nós somos o núcleo sensível e consciente de uma turba...»

Teixeira de Pascoaes, Obras Completas de Teixeira de Pascoaes, VIII volume, Prosa II. O Bailado, Lisboa Livraria Bertrand, 1973, p.11.

A Margarida tem a passagem assinalada a bold no seu blogue Memórias e Imagens. Sempre tive vontade de a ler no contexto da obra. 
A Cláudia Ribeiro arranjou-me o livro O Bailado e pensei porque não ligá-lo ao Eco de Seurat, uma vez que são o eco das memórias de Teixeira de Pascoaes?

Paris: boulevard Saint-Michel

Esta é a única que não fica no bd Saint-Michel, mas na esquina com uma rua de que não recordo o nome.
A PORTA

Eu sou feita de madeira
Madeira, matéria morta
Mas não há coisa no mundo
Mais viva do que uma porta.

Eu abro devagarinho
Pra passar o menininho
Eu abro bem com cuidado
Pra passar o namorado
Eu abro bem prazenteira
Pra passar a cozinheira
Eu abro de supetão
Pra passar o capitão.

Só não abro pra essa gente
Que diz (a mim bem me importa…)
Que se uma pessoa é burra
É burra como uma porta.

Eu sou muito inteligente!
Eu fecho a frente da casa
Fecho a frente do quartel
Fecho tudo nesse mundo
Só vivo aberta no céu!
assinaturaVinicius 1

Umas portas, para a Isabel.

sexta-feira, 1 de março de 2013

Boa noite!

Estreou hoje no Teatro Liceu, em Barcelona.

Novo disco


Foi recentemente lançado o novo disco  "Spheres" de Daniel Hope, violinista inglês nascido em Durban, em 1973. Toca composições de Lera Auerbach.,  Johann Sebastian Bach,Alex  Baranowski, Ludovico Einaudi, Gabriel Fauré,· Philip Glass, Karsten Gundermann, · Aleksey Igudesman, Karl Jenkins, Elena Kats-Chernin,  Michael Nyman, Arvo Pärt, Gabriel Prokofiev, Max Richter e Johann Paul von Westhoff.
 


A arte do retrato


Arnold Böcklin ( 1827-1901 ), Retrato idealizado de Angela Böcklin como Musa, 1863, óleo sobre tela, Kunstmuseum, Basileia.

Mulher e musa : a condição da que nasceu em Itália como Angela Pascussi, e aqui vemos aos 30 anos. Dez anos depois de ter casado com este pintor suiço que aprecio bastante.

Solistas da Orquestra Gulbenkian



CRISTINA ÁNCHEL Flauta 
PEDRO RIBEIRO Oboé
OLEGUER BELTRAN-PALLARÉS Violino 
LU ZHENG Viola 
MARTIN HENNEKEN Violoncelo 

Joseph Haydn
Divertimentos (London Trios) Hob.IV:1 e IV:3

Wolfgang Amadeus Mozart
Quarteto para Oboé e Cordas, K. 370
Quarteto para Flauta e Cordas, K. 285

Hoje, 21h30, Grande Auditório
Fundação Gulbenkian
Entrada livre

Nas montras de Paris - 2

Paris: Flammarion, 2013
€19,00

Quem acredita que a crise acabou? François Hollande e o PSF apostam no crescimento para fazer baixar o desemprego e o emprego precário que atingiram níveis inimagináveis. Mas o ano de 2013 vai ser marcado pelo agravamento da crise. A esquerda no poder está condenada a dececionar os seus eleitores? Este livro pretende dizer a verdade sobre os perigos que nos ameaçam e, sobretudo, propor soluções para estes problemas. os sistemas atuais estão cada vez mais interdependentes, para o pior e para o melhor. O efeito dominó pode também funcionar para sairmos da crise. 
Os autores deste livro, Michel Rocard e Pierre Larrouturou, colocam a esquerda francesa e europeia face às suas responsabilidades e avançam com propostas concretas. 
Michel Rocard nasceu em 1930 e é membro do PSF desde 1949. Em 1960 fundou o PSU, regressando ao PSF em 1974. Foi primeiro-ministro da França entre 1988 e 1991. 
Pierre Larrouturou nasceu em 1964. è membro do PSF, especialista em questões económicas. Criou com Stéphane Hessel, Edgar Morin e Michel Rocard o movimento Roosevelt 2012 (http://www.roosevelt2012.fr/).

Pintores vistos por pintores - 19

Kunisada - Retrato em memória de Hiroshige

Mo Yan

“Que intelectual pode pretender representar a China? Eu não reivindico isso para mim. Será que Ai Weiwei o pode reivindicar? Aqueles que realmente podem representar a China estão a escavar lixo ou a pavimentar estradas com as próprias mãos”.
Mo Yan

Mo Yan, prémio Nobel da Literatura 2012, concedeu uma entrevista à revista Der Spiegel. Esta pode ser lida num site disponibilizado no link assinalado no Público.

Humor pela manhã


quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

In memoriam Stéphane Hessel

© MaxPPP 

«Hélas, l'histoire donne peu d'exemples de peuples qui tirent des leçons de leur propre histoire.» 
Stéphane Hessel

Pintores e pinturas -8


Jean - Louis Forain, que na verdade se chamava Louis-Henri Forain, nasceu em Reims, em 1852, mas mudou-se para Paris em 1860, tendo começado a estudar pintura na Escola de Belas Artes.
A sua primeira fase como pintor teve a influência dos impressionistas, nomeadamente Degas e Manet, de quem se tornou amigo.

 
 Portrait de Rimbaud

 

Tendo participado na guerra de 1870, cruzou-se-se com  Verlaine e Rimabaud, de quem ficou amigo. Nos temas dos seus quadros há uma grande influêcia dos de Toulouse- Lautrec, designadamente as bailarinas.
 


Portrait de Anna de Noailles
 
Caricaturista, publicou trabalhos em vários jornais, nomeadamente no Figaro, com quem teve uma colaboração de trinta e cinco anos. Tinham um cunho satírico, de crítica social e política. Criou o seu próprio jornal, Le Fifre, onde definiu o propósito das suas caricaturas: "contar a vida de todos os dias,mostrar o ridículo de certas dores e a tristeza de muitas das alegrias"
 


Buffet


Em 1921, doou à sua terra natal uma colecção de desenhos, que estão no Museu Municipal e numa das salas do Museu das Belas Artes de Reims.
 

 
Danseuse
 
Em 1923 foi eleito para a Academia das Belas Artes e em 1931 membro da Royal Academie of Arts, de Londres.. Foi condecorado com a Comenda da Legion .de Hontra. Morreu em 1931 e está sepultado em Chesnay, perto de Versalhes.

.

Nas montras de Paris - 1

Paris: Fayard, 2012
€5,10

«Esperamos contribuir para a formação de um poderoso movimento de cidadania, para uma insurreição das consciências, que possa gerar uma política à altura das exigências». 
Stéphane Hessel, Edgar Morin

Fim de semana no Porto


Caixas / carteiras de fósforos - 2

No 2.º centenário da BNP a Fosforeira Portuguesa dedicou uma caixa de fósforos de cozinha a essa efeméride. Aniversário que só se celebra de quatro em quatro anos, já que a antecessora da BNP, a Real Biblioteca Pública da Corte, foi criada por alvará de 29 de fevereiro de 1796.

Um quadro por dia


No último dia do mês, aquela que foi a peça do mês no Museu da Assembleia da República : o retrato régio de D.Carlos por Malhoa.

Bom dia !



O talento imenso desta venezuelana que passou esta semana pela Gulbenkian de Lisboa.

Lenços que contam histórias

É conhecido o papel que o lenço teve (tem?) nos jogos de sedução (por exemplo, no namoro). Ignorávamos é que ele tivesse desempenhado um papel no exército.Este assunto foi objeto de uma exposição que esteve patente, em Paris, nos Invalides, até meados de janeiro passado: Avec armes et bagages dans un mouchoir de poche». Aqui ficam alguns dos exemplares expostos:

Três aspetos da exposição:

E o catálogo:
Paris: Ed. Nicola, 2012
€39,50
Para HMJ, desejando-lhe um dia feliz e um bom ano.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Stéphane Hessel (1917-2013)

Cartoon de Plantu (Le Monde, Paris, 28 fev. 2012)

Soube hoje ao fim da tarde, por Le Monde, da morte de Hessel. Ontem ou anteontem vi numa livraria este dvd que achei curioso: