Prosimetron

Prosimetron
Prosimetron: termo grego que designa a mistura de prosa e verso.

sábado, 14 de março de 2015

Leituras no Metro - 205

Lisboa: Tinta da China, 2015

Estou a gostar bastante deste livro de Paulo Varela Gomes.
A dado passo, «uma acalmia do rolar das ondas me deixou ouvir, com a nitidez de uma alucinação, vinda do alpendre de uma casa localizada um pouco atrás e à minha direita, uma imitação da voz de cana rachada do Bob Dylan» (p. 86)

sexta-feira, 13 de março de 2015

Rostos com alma

 
Está patente numa Galeria de Nova Iorque uma exposição do fotógrafo autodidata francês Pierre Gonnord com o título The dream goes over de time, baseada em poemas de Federico Garcia Lorca, que retrata, de uma forma barroca, rostos de ciganos da Extremadura Espanhola e do Alentejo.
 
Pierre Gonnord, com 52 anos, vive em Madrid desde 1988 e tem feito autênticos retratos de pessoas da sua juventude urbana e de pessoas marginalizadas: loucos, vagabundos, presos e cegos ou que sofreram as tragédias nos Balcãs e no norte de África.
 
 
Já expôs em Portugal, em 2013, em Évora, na igreja do Salvador e participou na colectiva Poliptico, com reinterpretações dos Painéis de S. Vicente, em 2012.
Será que Lisboa virá a poder ver esta exposição de Nova Iorque. Espero que sim.
 

A arte do retrato


Este retrato de um membro da família Dupré, pintado sobre esmalte e parcialmente dourado, está assinado por Jean II Penicaud e terá sido executado entre 1534 e 1549. Fez parte das colecções dos Rothschild franceses até ser vendido na Christie's de Paris no passado dia 6 de Novembro por 241 500 euros .

Humor pela manhã


Pensamento ( s )



(...) Leitura das nuvens : vem aí bom tempo, mau tempo, sol, chuva grande, pequena chuva. A leitura das nuvens que ainda hoje em qualquer cidade moderníssima se executa é apenas uma forma antiquíssima de ler e interpretar os rumos organizados daquilo que a natureza produz .
Nós repetimos o que faziam os velhíssimos leitores.
De facto, antes os homens liam com a cabeça virada para cima. Uma leitura respeitosa. Estavam sempre a interpretar o que acontecia acima da terra, no céu - esse lugar potencial dos deuses. A natureza pode matar-te, aquele traço/texto pode matar-te ( porque vem de cima - vem do ponto mais alto para o ponto mais baixo ).
Agora não. As pessoas leem de cima para baixo, o texto está abaixo do pescoço e isso transforma-o logo num texto inofensivo. Recuperar o tamanho certo do humano : voltar a ler de baixo para cima. (...)

- Gonçalo M.Tavares, in Olhar para cima, na VISÃO desta semana .

Um quadro por dia


Dionísio o Areopagita convertendo os filósofos pagãos, pintado por Antoine Caron na década de 1570 para a muito supersticiosa Catarina de Médicis, Rainha de França, depois do eclipse solar de 1571. ( J.Paul Getty Museum, Los Angeles )

Porque é Sexta-feira 13 :)

Biografias e afins


A tese de doutoramento do historiador Francisco Bairrão Ruivo, já consagrada com o Prémio Fundação Mário Soares- EDP 2014 e que agora chega às livrarias com a chancela da Bertrand.

Bom dia !





O jovem violinista norte-americano Chad Hoopes.

quarta-feira, 11 de março de 2015

Moon Over Soho

Decadente? Talvez.
Difícil de ouvir? Talvez.
The Tiger Lillies, uma banda inglesa.


Boa noite!

Um quadro por dia


Este Vue sur l' Estaque et le château d' If foi pintado por Cézanne entre 1883 e 1885, e comprado por Ambroise Vollard ao artista. Passou depois por várias mãos, até integrar em 1936 a colecção do milionário e coleccionador inglês Samuel Courtauld cujos descendentes agora o levaram à praça.
Foi vendido na Christie's de Londres no passado dia 4 de Fevereiro por 13 milhões de libras.

Humor pela manhã


Bom dia !





O hino da APAV, que agora celebra os seus 25 anos. Com letra de Rodrigo Guedes de Carvalho e música de Filipe Melo, e as vozes de Gisela João, Ana Bacalhau, Aldina Duarte, Marta Hugon e muitas outras.

O Livreiro de Santiago

Há tempos falei aqui de Carlos-George Nascimento, um corvino que emigrou para o Chile e se tornou editor de Pablo Neruda e de muitos outros escritores chilenos.
Entretanto, consegui ler a biografia que Felipe Reyes F. dedicou a Nascimento: El editor de los chilenos. e tenho andado para escrever sobre ela. Gostei imenso e hei-de voltar a falar dela a propósito de alguns escritores que ele editou.
S.l.: minimocomún ediciones., 2014

Há dias li no JL, que Zeca Medeiros fez um filme sobre ele: O Livreiro de Santiago, que estou com bastante vontade de ver.

terça-feira, 10 de março de 2015

«Quando vien la sera»...

Topiária


Muito comum nos jardins europeus, a topiária é a arte de podar plantas dando-lhes formas escultóricas.

Dias comuns VII

Lisboa: Dom Quixote, 2015

O diário Dias comuns, de José Gomes Ferreira, começou a ser publicado em 1990, cinco anos após a sua morte. O sétimo volume, Rasto cinzento, que é hoje posto à venda, debruça-se sobre o período entre 1 de janeiro e 17 de agosto de 1969, revelando muitas histórias e momentos do panorama literário e político português desses meses. 

segunda-feira, 9 de março de 2015

Boa noite!

Ruy Cinatti nasceu há 100 anos

Passou ontem o centenário do nascimento de Ruy Cinatti e, lamentavelmente, esqueci-me de o assinalar. 

Parabéns, MR

Bom dia, MR. Mil desculpas por ter deixado passar o seu dia aniversário em branco. Parabéns atrasados. Espero que goste de tulipas, pelo menos são amarelas uma das suas cores preferidas em flores.

2015 - Ano Internacional da Luz


A segunda vinheta do mês refere-se ao Ano Internacional da Luz, que este ano se comemora. Foi há 100 anos que Einstein desenvolveu a Teoria da Relatividade Geral, com base numa "ideia" tida pelo também físico Hendrik Lorentz (1853-1928).

Pacotes de açúcar - 97

O de cima 'cola' sempre com os outros, exceto com o de baixo da esquerda, que é o reverso.

Agradeço a quem mos deu.

Tachos e panelas em exposição


domingo, 8 de março de 2015

Boa noite!

Goya - Exposição

Caprichos de Goya, uma exposição que deve ser interessante. Inaugura no dia 12 de Março.



«Francisco de Goya y Lucientes (1746-1828), pintor e gravador espanhol, fundador do movimento Romântico e percursor do Impressionismo, é dos mais importantes artistas plásticos do final do século XVIII.

Embora pintor oficial da corte de Carlos IV, de Espanha, foi um crítico feroz à sociedade em que viveu, como demonstra emCAPRICHOS, uma colecção de 80 gravuras onde censura os vícios humanos e as instituições políticas, denuncia as injustiças sociais e satiriza os comportamentos da sociedade, sobretudo das classes da nobreza e clero.

Passados quase duzentos anos, a necessidade de justiça social mantém-se pelo que a UNESCO, em paralelo com o planoObjectivos de Desenvolvimento do Milénio (ONU, 2000/2015), está a promover o projecto Dancing for the Millennium Goals (A Dançar pelos Objectivos do Milénio), no qual a presente exposição se insere, contribuindo com parte da sua receita.Em Portugal, o apoio reverte para a ONG P&D Factor – Associação para a Cooperação Sobre População e Desenvolvimento.

CAPRICHOS DE GOYA é um projecto UAU, em parceria com o Museo Casa Palacio e com a PEV, e conta com o apoio da UNESCO e da Fundació Fòrum Universal de les Cultures.

Torreão Poente (Terreiro do Paço)

2ª a Domingo | 10 às 19h
Informações & Reservas - 96 1334986 ou pelo email goya@uau.p»

Para HMJ e APS

Armand Guillaumin - Natureza morta: flores, livros e faiança, 1872


Dahl e Friedrich


Dois homens contemplando a lua. Assim intitula-se este quadro: um quadro pequeno e predominantemente em tons de castanho da autoria de Caspar David Friedrich (1774 - 1840). Considerado a obra mais representativa da pintura romântica alemã por peritos, há quem veja nele o próprio autor e seu amigo, o pintor norueguês Johan Christian Dahl (1788 - 1857). Dahl, por sua vez, eternizou o olhar de dois homens que admiram uma floresta e uma cascata num ambiente igualmente nórdico - metáforas que talvez simbolizam a Alemanha e a Noruega.    
Friedrich e Dahl foram amigos, viveram e exerceram juntos em Dresden durante duas décadas. Influenciaram-se mutuamente e criaram com a sua obra paisagens românticas que se encontram agora reunidas na exposição Dahl und Friedrich - Romantische Landschaften, no museu Albertinum de Dresden desde 6 de Fevereiro.


Momentos melancólicos e dramáticos, bem como distâncias infindáveis são comuns aos dois mestres do Romantismo. Ainda assim, há características que os distinguem: Friedrich, mais introvertido e concentrado, deixou-nos paisagens simbólicas. Capta o espectador, fá-lo pensar e entrar numa abordagem por vezes sinistra e anunciadora da morte.
Dahl, extrovertido e bem mais sociável do que seu colega, contrasta com uma alegria e leveza que, em muitas das suas obras, elogiam a grandiosidade da criação divina face à pequenez do ser humano.
Friedrich e Dahl. diferentes no seu carácter, estão novamente juntos em espírito nesta fantástica exposição que termina a 3 de Maio.


Imagens: Caspar David Friedrich, Zwei Männer in Betrachtung des Mondes, 1819;
Johan Christian Dahl, Blick über eine Felsenschlucht mit Wasserfall (ca. 1823); Johan Christian Dahl, Blick auf Dresden bei Vollmondschein, 1839

Ainda o aniversário de M.R. ...

Hoje sim, já em posse de um PC, posso dar os parabéns "dignamente" à M.R. Que conte muitas rosas ao longo da sua vida, como Hildegard Knef nos canta nesta gravação! Parabéns (ainda que atrasados...)

Salário igual para trabalho igual

Michael Newton - Uma fazedora de vinho, em Itália, prensando as uvas

Teoricamente, não gosto muito de dias da mulher e de cotas para as mulheres, mas perante a notícia que há dois dias ouvi na TSF...

Diferença de salários entre homens e mulheres aumentou em Portugal
«A disparidade salarial entre homens e mulheres diminuiu 0,9 pontos percentuais na União Europeia (UE) para os 16,4% entre 2008 e 2013, mas Portugal registou o maior aumento, de 3,8 pontos, para os 13%, segundo o Eurostat.
O gabinete oficial de estatísticas da UE revela ainda que, em 2013, a Eslovénia era o país com menor disparidade salarial entre géneros em 2013 (3,2%), com a Estónia a ocupar o outro extremo da tabela, com 29,9%.
A disparidade salarial entre homens e mulheres representa a diferença de remuneração horária bruta entre os trabalhadores homens e mulheres em percentagem. Face a 2008, a disparidade salarial aumentou em 2013 em nove Estados-membros da UE, com Portugal à cabeça (3,8 pontos percentuais de 9,2% para 13%), seguindo-se a Espanha (3,2 pontos de 16,1% para 19,3%), a Itália (2,4 pontos de 4,9% para 7,3%) e a Estónia (2,3 pontos de 27,6% para 29,9%). No período considerado, as principais descidas verificaram-se na Lituânia (-8,3 pontos percentuais, passando de 21,6% em 2008 para 13,3% em 2013), na Polónia (-5 pontos, de 11,4% para 6,4%), em Malta (-4,1 pontos de 9,2% para 5,1%), na República Checa (-4,1 pontos de 26,2% para 22,1) e no Chipre (-3,7 pontos de 19,5% para 15,8%).
Em 2013, a disparidade salarial entre géneros era menor do que 10% na Eslovénia (3,2%), em Malta (5,1%), na Polónia (6,4%), em Itália (7,3%), na Croácia (7,4%), no Luxemburgo (8,6%), na Roménia (9,1%) e na Bélgica (9,8%).
Acima de uma diferença de 20% estão a Estónia (29,9%), a Áustria (23%), a República Checa (22,1%) e a Alemanha (21,6%).
O Eurostat divulga estes dados no âmbito do Dia Internacional da Mulher, que se assinala no domingo.»

Perante esta notícia que pensar? Não só os salários baixaram para todos, como ainda aumentou o fosso entre os salários auferidos pelos homens e pelas mulheres, sendo que estas - por trabalho igual - recebem menos 13% que aqueles.
E, segundo o Euriostat, só lá para 2080 é que os salários conseguirão ser iguais. Mas serão mesmo? Quando em cinco anos o fosso aumento 3,8 pontos?!...

Umas anémonas...

... para agradecer os parabéns!

Henri Lebasque - Natureza morta com anémonas e colares

«Cada novo amigo que ganhamos no decorrer da vida aperfeiçoa-nos e enriquece-nos, não tanto pelo que nos dá, mas pelo que nos revela de nós mesmos.» 
Miguel de Unamuno

«O amigo é a resposta aos teus desejos. Mas não o procures para matar o tempo! Procura-o sempre para as horas vivas. Porque ele deve preencher a tua necessidade, mas não o teu vazio.» 
Khalil Gibran

A Mulher...

Para todas as Mulheres que nos visitam.

A Mulher Mais Bonita do Mundo

estás tão bonita hoje. quando digo que nasceram 
flores novas na terra do jardim, quero dizer 
que estás bonita. 

entro na casa, entro no quarto, abro o armário, 
abro uma gaveta, abro uma caixa onde está o teu fio 
de ouro. 

entre os dedos, seguro o teu fino fio de ouro, como 
se tocasse a pele do teu pescoço. 

há o céu, a casa, o quarto, e tu estás dentro de mim. 

estás tão bonita hoje. 


os teus cabelos, a testa, os olhos, o nariz, os lábios. 

estás dentro de algo que está dentro de todas as 
coisas, a minha voz nomeia-te para descrever 
a beleza. 

os teus cabelos, a testa, os olhos, o nariz, os lábios. 

de encontro ao silêncio, dentro do mundo, 
estás tão bonita é aquilo que quero dizer. 

José Luís Peixoto, in "A Casa, a Escuridão"
(cortesia do Google)