Prosimetron

Prosimetron
Prosimetron: termo grego que designa a mistura de prosa e verso.

sábado, 12 de setembro de 2009

Vai um aperitivo antes de jantar?


de Michael Godard
http://www.michaelgodard.com/

Chile: 11 de Setembro de 1973


Só hoje me lembrei onde me encontrava há 36 anos, no mesmo sítio em que estive hoje.

Mais Véronique Gens

Já está à venda o segundo volume de Tragédiennes, compilação de Véronique Gens dedicada às heroínas da ópera francesa. Árias de Rameau, Gluck e Berlioz.

- Tragédiennes 2, Véronique Gens, Christophe Rousset et les Talens Lyriques, Virgin Classics.

Novidades - 70 : Da noite

O historiador Alain Cabantous propõe nesta sua mais recente obra a análise das transformações sofridas pela noite ao longo dos sécs.XVII e XVIII, com o aparecimento crescente de espaços de diversão nocturna: teatros, cabarés, salas de jogo e outros mais soturnos, aliados ao crescimento demográfico verificado nesse período histórico. E à medida que tais espaços se multiplicam, os poderes públicos tentam não perder o controlo da noite, desde sempre entendida como o tempo propício ao crime e ao desvio.

- Histoire de la nuit. XVIIe-XVIIIe siècle, Alain Cabantous, Fayard, Junho de 2009, €26.

Auto-retrato(s) - 14

- Kazimir Malevich, Auto-retrato, 1933, Hermitage.

À procura de pintura russa para os meus "quadros do dia " , fui surpreendido por este auto-retrato do grande pintor abstracto russo Malevich, um dos grandes nomes das vanguardas russas e pai do Suprematismo. Foi pintado em 1933, dois anos antes da morte de Malevich, já com este caído em desgraça e a viver na pobreza por ordem de Estaline.

Émillienne Delacroix

- Le Mont Saint Michel
- La jeune fille à bicyclette, 1955.

- Le tournesol.

À procura de outro pintor, deparei-me com Émilienne Delacroix, que desconhecia por completo, e cuja vida vale a pena ser evocada: costureira de profissão, instala-se aos 37 anos em Saint-Paul-de-Vence, em 1930. Vive do seu ofício durante os anos seguintes, até que em 1947 decide experimentar a pintura depois de ter visitado uma exposição, e desde então nunca mais larga as telas e as tintas até à sua morte. Completamente autodidacta, experimenta cores e materiais na sua mesa de cozinha, e começa por temas simples: flores e paisagens da região.
Os seus quadros chamam a atenção de artistas já consagrados como Picasso, que se torna seu amigo, o mesmo acontecendo com Chagall e Braque. Mais tarde virão as amizades e as influências de Eluard, Gide, Cocteau, Léger, Montand e Prévert, que se reflectem na sua obra, tendo desenhado quase todas as capas dos livros de Prévert.

PENSAMENTO DO DIA

" Toute autobiographie devrait être la liste de nos erreurs. "

Colhi esta frase de George Steiner numa entrevista recente, e concordo com ela no sentido em que muitas vezes fica a faltar nas autobiografias o reconhecimento dos erros cometidos. Não gosto de autobiografias que são meras autohagiografias.

Portas do Ródão

Portas do Ródão, 12.09.2009

Em Fratel há 36 anos



A digitalização das fotos ficou um pouco esverdeada; não sei porquê.

O nosso Dan Brown

Não há dúvidas de que se alguém se pode arrogar, embora ele não o faça, de ser o Dan Brown português, esse alguém é o Luís Miguel Rocha, que aos 33 anos viu entrar o seu The Last Pope ( trad. inglesa de O Último Papa, publicado na Saída de Emergência ) na lista de best-sellers do New York Times.
Entretanto, já está à venda o seu mais recente romance, A Virgem, publicado pela editora que ele próprio fundou, a Mill Books, e que, sem grande surpresa, se passa durante o Estado Novo.

Este Holy Bullet é o mais recente lançamento do Luís M. Rocha nos Estados Unidos, e é obviamente a tradução de Bala Santa, publicado originalmente na Cavalo de Ferro e que versa sobre a tentativa de assassinato a João Paulo II em 1981. Aliás, o autor estará este mês nos Estados Unidos a fazer as habituais sessões de autógrafos e entrevistas relativas a este lançamento.


Não li nenhum destes livros, e não sei se o farei, embora a minha curiosidade se dirija mais para este O Último Papa onde Rocha aborda a misteriosa morte do cardeal Albino Luciani, que ascendeu ao trono de São Pedro sob o nome de João Paulo I, até porque é neste livro que Rocha "chama os bois pelos nomes" apontando o dedo a pessoas concretas da Cúria Romana de então.
De qualquer modo, goste-se ou não da escrita e dos temas de Luís Rocha, a verdade é que estamos perante um caso singular no panorama editorial português em termos de vendas e divulgação no estrangeiro.



Bom pequeno-almoço - 3


Anúncio dos anos 1940.
Só experimentei Weetabix uma vez e foi para nunca mais.

Lá fora - 49 : Le bain et le miroir

- Catálogo da exposição.
- Espelho romano do séc.I da nossa era, ao centro o motivo é Leda e o cisne.

- Coffret de toilette, séc.XVI, Augsburgo.


Já que se tem falado nos últimos dias de espelhos, aqui fica a notícia de uma exposição em que esse objecto tem um lugar de destaque. Falo da exposição dupla Le bain et le miroir, que aborda a higiene e a cosmética na Antiguidade e na Idade Média, estando patente por isso em dois museus: o Museu de Cluny em Paris, e o Museu da Renascença em Écouen.
E, como se fosse necessário, fica comprovado que a dedicação e a preocupação com a beleza já vêm de longe. Hidratantes, desodorizantes, pastilhas para o mau hálito, tintas para o cabelo e muitas outras invenções não foram criações dos sécs.XIX e XX, sendo já usados em séculos mais distantes. Paralelamente aos objectos de toilette, fazem também parte das exposições quadros e desenhos alusivos ao tema ( de Dürer e Rafael, entre outros. ) .
- Le bain et le miroir, até 21 de Setembro, Musée de Cluny ( Musée du Moyen Âge ) em Paris ( decorrendo a exposição no frigidarium das Termas de Cluny, recentemente restaurado) e Musée de la Renaissance ( château d' Écouen ) .

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Pelicano


Quando a pintura consegue mostrar todo o pormenor.
Fragmento do quadro anterior.
Recipiente para hóstias...

Mais um espelho


Petrus Christus pintou no seu famoso quadro "Santo Elói Ourives", de 1449, a oficina de um artista do ouro. O espelho mostra a rua!

Nova York, Metropolitan Museum of Art

Os espelhos eram, nos séculos XV-XVI, considerados obras do diabo ou de bruxas pois diziam que detinham poderes mágicos. Os espelhos convexos ajudavam a iluminar as casas pois, quando colocados perto de janelas, reflectiam a luz. Permitia, numa loja, observar alguns ângulos mais mortos... e numa loja de ouro todo o olhar é necessário...

Maravilhoso estojo de anéis...

Vamos tomar um granisado


Cartaz de Charles Gesmar

Super-Homem às peças


Mais uma das montra visitadas na noite passada. Foi comentado que esta roupa era a indicada para um amigo, muito querido, que adora o Super Homem... Aqui fica, se for preciso o endereço... fica na Avenida da Liberdade.

Será que dá resultado?


Ontem esteve uma noite fantástica. Três Prosimetronistas deram um passeio e viram muitas coisas... até esta montra. Aqui fica o conselho

"Las Torres de Alhambra" em Lisboa


Ontem Lisboa ficou povoada por figuras míticas originárias da fantasia de Cristóbal Gabarrón.
São 16 peças de fibra de vidro patentes na capital portuguesa. Alhambra visita Lisboa.

Cultura Portuguesa estudada no Canadá



Luís de Moura Sobral criou na Université de Montréal (Canadá) uma "Catedra" de Cultura Portuguesa. Aqui o seu objectivo:
La Chaire sur la culture portugaise a pour but de développer la recherche et les études supérieures (maîtrise et doctorat) sur la culture visuelle du domaine portugais, à partir d’un noyau central de deux disciplines : l’histoire de l’art et les études littéraires. La notion de culture portugaise, comprise ici au sens large, peut inclure des manifestations découlant de l’expansion géographique de l’ère moderne (XVe – XVIIIe siècles).

Objectifs spécifiques de la Chaire :

Promouvoir l’émergence de chercheurs et de spécialistes dans son domaine par l’octroi de bourses et d’assistanats de recherche.
Organiser des séminaires, colloques et expositions sur les grands projets de recherche en cours.
Inscrire ses travaux dans les réseaux internationaux de la recherche scientifique et de la culture.
La Chaire sur la culture portugaise a été attribuée au professeur Luís de Moura Sobral en 2007 pour une période de cinq ans.

Informações

Auto-retrato(s) - 13

- Alberto Giacometti, Autoportrait, 1921.

Quase que posso dizer que não fui eu que escolhi este auto-retrato mas foi ele que veio ter comigo. Aliás, estou tão habituado, e não devo ser o único, a pensar em Giacometti como escultor ( um dos maiores do séc.XX ) que a sua obra como pintor fica injustamente esquecida. Assim, aqui fica este auto-retrato pintado por Alberto no atelier do seu pai Giovanni Giacometti, também este pintor.

Final de 8 1/2

Dado ser um Hino à alegria de viver aqui ficam os dois temas do final do grande filme de Fellini, em especial para A.S. e para H.J.

Nino Rota

Sempre a aprender - 3 : A Rafflesia

O Prosimetron tem contado sempre com uns "apontamentos de Botânica" e aqui está mais um: esta é a maior flor do mundo, produzida pela Rafflesia arnoldii, planta nativa das ilhas de Bornéu e Samatra, na Indonésia. A flor pode chegar aos 106cm de diâmetro e aos 10kg de peso. Não é para qualquer canteiro nem para qualquer jarra...

La petite musique de Marie Antoinette

para o aniversariante



Assim se "perde" um jantar...

- D. Frei Afonso de Portugal, filho natural de D.Afonso Henriques e 1º Grão-Mestre português da Ordem de Malta.

Mercê de uma aposta feita ontem ao jantar, testemunhada e arbitrada pela M.R., estou devedor de um jantar ao Jad. Ele tinha razão, o primeiro português a ser eleito Grão-Mestre da Ordem de Malta foi efectivamente um filho natural de D.Afonso Henriques, eleito no já muito distante ano de 1194. Eu pensava que o primeiro grão-mestre português tinha sido em época posterior, embora de sangue real. Estava enganado.
Lição a tirar: É de duvidar quando o nosso Jad diz que a sua memória está um farrapo.
Resta-me agora esperar a benevolência do vencedor, o que é o mesmo que dizer que espero que o jantar não vá parar à Bica do Sapato ou ao Tavares Rico...

Parabéns!

Parabéns a João Mattos e Silva! Grande abraço, acompanhado do esplendor do Bel Canto de Donizetti e de um D. Sebastião especial!

<

Um moinho de maré


O moinho de maré de Corroios, edificado em 1403 por iniciativa de D. Nuno Álvares Pereira [São Nuno de Santa Maria], constitui um exemplo do aproveitamento da energia das marés, cuja aplicação à moagem se generalizou noutros tempos no estuário do Tejo.

Em 1986, após a realização de obras de restauro, este espaço abriu ao público como um dos núcleos museológicos que integram o Ecomuseu Municipal do Seixal.

Tendo sido alvo nos últimos anos de um projecto de reabilitação, reabrirá as suas portas no próximo dia 11 de Setembro, às 18H00, com a exposição “600 Anos de Moagem no Moinho de Maré de Corroios”, a qual nos convida a descobrir um património que, embora raro, é representativo da actividade outrora desenvolvida no estuário do Tejo.

Jorge de Sena versus Alberto Soares


O Diário de Notícia de hoje fala das centenas de cartas que existem, ainda inéditas, de Jorge de Sena que permitem o conhecimento do Homem no seu todo. Na verdade raras são as cartas que foram escritas para serem publicadas. Assim, numa carta escreve-se, ou escrevia-se, hoje quase já não se escrevem cartas, aquilo que nos vai na alma e queremos compartilhar com o outro.
Mas se muitas estão inéditas deve-se exactamente a Mécia de Sena que as não deixou publicar.
O poeta e amigo Alberto Soares também se correspondeu com o poeta e ensaísta. Aqui fica um e-mail que o Prosimetron recebeu:
Regressado a Lx., como Jorge de Sena o fará em breve, postumamente, pensei facultar ao PROSIMETRON - para sublinhar o facto - via o meu Amigo, uma carta (de uma brevíssima correspondência) do Poeta.
A carta não é inédita (foi publicada,por mim,com pequenas notas, no Jornal de Letras & Letras, do Porto, em Abril de 1990, com "nihil obstat" de Mécia de Sena), mas é com certeza pouco conhecida - aliás, Jorge Fazenda Lourenço teve a "distracção" de não a incluir no seu trabalho sobre a correspondência de e para J. de S..
A história conta-se em 2 penadas. Quando saíu, do Cavafy, na INOVA, os "90 e MAIS QUATRO POEMAS" traduzidos por Jorge de Sena, eu, que já estava alertado (por artigos anteriores do poeta de "AS EVIDÊNCIAS"), deparei com duas lacunas na bibliografia das traduções e escrevi-lhe a informá-lo. Essa irreverência minha de juventude, mereceu-me uma amável resposta. E, ainda, uma segunda carta. Mécia de Sena pediu - a instância minha- que não fosse publicada a primeira, por razões que se prendiam com as polémicas do acordo ortográfico. A primeira carta é bem mais humorada e menos dramática do que a segunda que, agora, enviamos.
Se achar que vale apena incluí-la no PROSIMETRON, faça favor.
Cordialmente,
Alberto Soares.




(Clicando na imagem a carta fica com o formato de leitura, obrigado)

A mais pura das bebidas

Dizia Pasteur que a água é a mais pura das bebidas, mas há água e água. Descobri recentemente esta Kona Nigari, supostamente a melhor água do planeta. Esta água é originária do Havaí, onde é recolhida a 300m de profundidade, completamente livre de conservantes e muito rica em minerais. É tão pura que tem de ser diluída com água normal para ser consumida, embora se venda concentrada.
Obviamente, o preço reflecte a raridade: cada litro custa cerca de €300, pelo que muita gente acaba por fazer a experiência apenas com as mini-garrafas que estão na imagem supra, custando cada uma €22.

Coisas do Direito


Não é já a primeira vez que no panorama legislativo português se passa do oito para o oitenta, e tal voltou a acontecer, na minha opinião, com o novo regime de notificação de doenças contagiosas. Até ao dia 31 de Agosto de 2009, quem ( designadamente os médicos ) estivesse obrigado a notificar casos de doenças contagiosas e não o fizesse incorria, desde logo, numa multa de 200 escudos, fixada por diploma de 1949. Vivia-se ainda o drama da tuberculose e a quantia era significativa para a época.
Pois bem, a partir do dia 1 de Setembro de 2009, a multa passou a ser de 25.000 euros!Compreendo que fosse necessário actualizar o valor, até por causa da Gripe A, mas não haveria um meio termo? A menos que 25.000 euros de 2009 correspondam aos 200 escudos de 1949, e confesso que não sei fazer estes cálculos, mas ainda assim parece-me excessivo para algo que muitas vezes será só um lapso ou esquecimento do médico.

Um quadro por dia - 20

- Wassily Kandinsky, Moscovo1, 1916, Galeria Tretyakov, Moscovo.

E este quadro é dedicado obviamente ao João Mattos e Silva, que hoje faz anos e que foi meu compagnon de route numa viagem à Rússia.

Os Simpsons em Angola

Provavelmente, já viram esta imagem noutro sítio uma vez que ela deu a volta ao mundo. Ainda assim, aqui fica a conhecida família Simpson, criação do norte-americano Matt Groening, que sofreu uma mudança de visual nas mãos de uma agência de publicidade angolana, a Executive Center de Luanda visando a estreia da popular série de animação no mercado angolano. A cerveja do pai Homer é a angolana Cuca, e a chinela no pé e o quadro na parede não enganam.

Obrigado, meus amigos

A todos os que me deram os parabéns, me deram flores, músicas, até monumentos, o meu obrigado. E deixo-vos aqui uma música, pelos "Angelsweetstudentz".

ONDE ME APETECIA ESTAR - 24 : Ambronay

Gostaria de estar em Ambronay, departamento de Ain, em França, porque é nesta localidade do Ródano-Alpes que começa hoje mais uma edição do Festival d' Ambronay, que se prolonga até 11 de Outubro. É no magnífico cenário da Abadia de Ambronay que se vão apresentar, entre outros, Les Arts Florissants de William Christie, com a Susanna de Haendel, bem como Jordi Savall e o seu agrupamento, e irá actuar também Jaroussky, um preferido aqui do Prosimetron.
Serão também ouvidos cantatas, o Teatro d' amore de Monteverdi e um Concert à la cour de Louis XV, tudo em instrumentos de época.

Um mês de festival, cuja programação pode ser consultada aqui : http://www.ambronay.org


O espelho 3!

O espelho figura central onde apenas se vê ligeiramente o casal reflectido. As personagens não se olham no espelho.
x
Jan van Eyck, O casamento de Giovanni Arnolfini and Giovanna Cenami, 1434
x
Óleo sobre madeira, 81.8 x 59.7 cm, National Gallery, Londres

Cinenovidades - 58 : Os homens que odeiam as mulheres

Já falei várias vezes aqui no blogue da trilogia Millenium do malogrado Stieg Larsson, um verdadeiro acontecimento literário a nível mundial, e também já tinha dito que vinha a caminho o filme que adapta o primeiro volume. Pois bem, o filme estreia em Portugal a 24 de Setembro.

Quem avisa...

Li há dias que em 2008 apareceram 25 mil novos vírus informáticos por dia, o que já é assustador, mas no primeiro trimestre deste ano a média já ia em 35 mil. Aqui ficam algumas sugestões de protecção:

- Manter actualizado o software do computador.

- Não responder ao spam do e-mail.

- Escrever sempre o endereço das páginas dos bancos quando se acede à net.

- Prestar atenção ao endereço quando uma página aparece no ecrã. Se o site tiver sido atacado, há mudanças de pormenor.

- Ficar alerta quando os sites pedem mais informações do que é normal.

- Actualizar constantemente os antivírus.

E aqui ficam aqueles que são considerados os 3 melhores antivírus grátis:

Panda Cloud Antivirus http://www.cloudantivirus.com

AVG 8.5 Free http://free.avg.com

Avira Antivir http://www.free-av.com

Tutto Fellini!

Inaugura dia 20 de Outubro, no Jeu de Paume, em Paris "Tutto Fellini: Fellini la Grande Parade". Homenagem a um dos mestres da Sétima Arte.

Uma cena doce com gatinho e Fontana di Trevi, hoje, para João Mattos e Silva

Bom pequeno-almoço - 2

Para o João Mattos e Silva começar bem o dia.


Pierre Bonnard -Dining room overlooking the garden (The breakfast room)
Óleo sobre tela, 1930-1931
Nova Iorque, Metropolitan Museum of Art

Em memória das vítimas em World Trade Center!

Memorial Tribute in Light, em homenagem ao World Trade Center, em 2004



Mozart - Ave verum corpus

Parabéns a JMS

Pátria


(esta ficou um pouco tremida)
Museu Militar, porta Oriental.
Escultura de Teixeira Lopes, 1910
(Durante muito tempo pensei que era uma representação da República!)

Estação de caminho de Ferro que desapareceu



Confesso que esta estação de Caminho de Ferro, da zona de Lisboa, nunca vi! Pode ser que apareça por aqui alguém que conheça.
Arquitectura da mesma época do Areeiro e Praça de Londres (?)