Prosimetron

Prosimetron
Prosimetron: termo grego que designa a mistura de prosa e verso.

sábado, 28 de maio de 2016

A moda das tranças pretas

Em homenagem a Vicente da Câmara
(1928-2016)

Boa noite!


O chá das cinco - 92

George Tsafos -  Doces turcos à venda no Bazar...
... com um chá turco num copo Gürallar.



Marcadores de livros - 396


Mariquita Pérez foi uma boneca espanhola muito popular mesmo em Portugal. Foi idealizada por Leonor Coello de Portugal, em 1938 e foi fabricada entre 1939 e 1976. 
Nunca tive nenhuma, mas lembro-me dela.
Leia mais em: https://es.wikipedia.org/wiki/Mariquita_Pérez

O marcador, recortado, pertence a este livro da autoria de Javier Conde Catena, publicado em 1996.





No Dia Mundial do Brincar, para Luisa.


sexta-feira, 27 de maio de 2016

Boa noite!

A Constantinopla de Melling

No seu livro Istambul: memórias de uma cidade, Ohran Pamuk mistura recordações pessoais com passeios por Istambul e leituras de viajantes estrangeiros, como Gautier, Flaubert, Nerval ou De Amicis.
Em 1969, o seu tio Sevket Rado editou um fac-símile da obra Voyage pittoresque de Constantinople et des rives du Bosphore (1809-1819), com desenhos de Melling: «Esses desenhos que eu olhava horas a fio até aos mínimos pormenores, dão-me a ideia exata do que era a impecável Istambul otomana do passado.» (p. 69)

Aqui ficam algumas dessas estampas:

Pormenor de uma gravura.


Citações


Como tem olhado para a geringonça ? António Costa é refém do PCP e do Bloco de Esquerda ?

Estão todos reféns uns dos outros. O PCP tem de mostrar trabalho feito se quer resistir ao Bloco. O Bloco tinha de ir para o Governo, senão seria cilindrado entre o PCP e o PS . Para o PS era a última oportunidade de regressar ao poder. Portanto, ficaram os três prisioneiros. Como o PCP quer estar com os dois pés fora e com uma mão segurar a fechadura da porta, como o Bloco quer estar com um pé dentro e outro fora, e como o PS quer estar com os dois pés dentro e até lhe convém que os outros não estejam por lá, a geringonça mantém-se. Quanto tempo ? Ninguém sabe. Pelo menos até este segundo orçamento parece-me que durará . Mas o PCP precisa de crescer, senão ficará eternamente o terceiro partido de esquerda. O Bloco de Esquerda quer crescer para a direita, para o PS, quer comer o PS. Uma aliança entre três cujo destino é desfazerem-se uns aos outros, claro que não durará eternamente. O Jerónimo de Sousa todas as semanas alerta : " Este não é o nosso governo ", " Este não é um governo de esquerda ". Penso que algum sairá primeiro da geringonça, quando perceber que vai perder votos. Penso que vai ser um dos pequenos.

- António Barreto, na entrevista constante da VISÃO desta semana .

Humor pela manhã


Andam enrolados e não se largam ...

Bom dia !





Por razões que se irão tornar claras nos próximos dias ... :)

Calçada portuguesa em livro


Pacotes de açúcar - 125



quarta-feira, 25 de maio de 2016

Sempre a aprender

 Em forma de coruja, com altura de 14cm e em prata e vermeil, do séc.XVI e proveniente da Flandres ou da Alemanha, este hanap foi vendido na Sotheby's de Paris no início deste mês por 207 000 euros. E como não sabia o que era um hanap fui procurar . Os mais curiosos que façam o mesmo :)

Lá fora - 264


 - As colecções do Palácio Galliera numa mostra que atravessa os séculos, as classes sociais e as profissões. Do comovente traje do Delfim Luís Carlos, morto a 8 de Junho de 1795 na prisão do Templo , aos vestidos sedutores de Josefina, sem esquecer as criações de Balenciaga e outros grandes costureiros .
 -Traje de corte, do glorioso século XVIII francês .

 - Uniforme de condenado, em lã vermelha .
- Colecção Barbés, Outono / Inverno 1984, Jean-Paul Gaultier .


Anatomie d'une collection, Palais Galliera, musée de la Mode, até 23 de Outubro palaisgalliera.paris.fr

Um quadro por dia



Foi um escândalo enorme quando Henri Gervex expôs em 1878 no Salon este Rolla , inspirado pelo poema homónimo de Alfred de Musset , acabando a tela por ser retirada . O original pertence hoje ao Estado francês, mas existe uma réplica perfeita que é vendida hoje na Sotheby's de Londres e avaliada entre 510 000 e 760 000 euros .

Humor pela manhã


Bom dia !





Era para ter sido no dia 1 de Maio, quando entrou no domínio público , mas ficou para hoje a peça clássica mais tocada no mundo e que fez milionários os herdeiros do compositor . Uma encomenda de Ida Rubinstein e que Ravel nem sequer gostava muito, mas que se tornou imensamente popular e grande fonte de receita ...

Leituras no Metro - 242



«- Vícios?
- Coltrane e Monk.» (p. 19)
Bons vícios. :) Mas serão só estes?


terça-feira, 24 de maio de 2016

Boa noite!

De Empire Burlesque (1985)

Happy Birthday, Mr. Dylan!

Números


€ 60, 1 mil milhões

€ 49,8 mil milhões

Estes são os números mais recentes da nossa balança comercial, e apesar do crescimento dos últimos anos continuamos a ter um enorme saldo negativo entre o que importamos, o primeiro número, e o que exportamos, o segundo número .

Biografias e afins


Um nome hoje esquecido, morta em 1928 esta bailarina que deu a volta ao mundo dançando para o imperador do Japão, para os reis da Roménia ou pelos EUA . As memórias foram agora reeditadas, são um bocado snobs mas divertidas, um retrato certeiro da Belle Époque ...

Éditions Mercure de France, 280p, € 15

Humor pela manhã

A Anita sempre em cima do acontecimento ... :)

Bom dia !





Calou-se há 9 dias, vítima de pneumonia quando fazia uma digressão com Ângela Maria, uma das maiores vozes brasileiras : Cauby Peixoto ( 1931 - 2016 ) . Uma voz poderosa, que cantava e cantou tudo, do samba ao bolero, dos fados à bossa nova .

A nossa vinheta

Bob Dylan faz hoje 75 anos.

Parabéns!


Uma canção de 1963

Uma canção de 1964
Do seu último trabalho (2015).

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Boa noite!

A Duquesa de Mântua, uma leitura



Para a maioria dos que, não tendo formação na área de História, se interessam pelo período da"União Ibérica" (1580-1640) e, sobretudo da conjura que culminaria no heroico 1º de Dezembro de 1640 e na Restauração na pessoa do 8º Duque de Bragança, D. João, nesse dia aclamado como D. João IV, rei de Portugal, a figura da Vice-Rainha em nome de Filipe III (IV de Espanha) Duquesa de Mântua, é quase uma nota de rodapé. Uma figura que é pouco menos do que ridicularizada na invasão do Paço da Ribeira pelos fidalgos conjurados e a quem o relato daquele episódio fundamental da nossa História pouca atenção ou poucas linhas reserva.
No entanto a verdade histórica é bem outra e a figura de Margarida de Sabóia, neta de Filipe I de Portugal e bisneta da Imperatriz Isabel, mulher de Carlos V e filha de D. Manuel I, é de enorme interesse pelo seu papel no desenrolar dos interesses espanhóis em Itália e depois em Portugal, pela sua primorosa educação, pelo seu carácter e determinação política nos cenários em que actuou.
Joana Bouza Serrano que que já nos havia dado “As Avis”, traça agora, com grande rigor científico e recorrendo a fontes italianas, dos países - baixos, espanholas e portuguesas e a uma extensa bibliografia, o retrato dessa princesa - enquadrado na visão das políticas imperiais europeias da dinastia iniciada pelo seu bisavô - que tendo sido Duquesa de Mântua e filha de um duque de Saboia, foi sobretudo uma Habsburgo, orgulhosa da sua ancestralidade espanhola, que a política do Conde-Duque de Olivares empurrou para Portugal por ser de sangue real e entender que o parentesco com o rei Filipe III e ascendência portuguesa ajudaria acalmar o mal-estar pela pouca importância que Madrid dispensava ao reino, ao qual era necessário extorquir pesado contributo para um Tesouro depauperado.Um retrato que não é o de uma princesa timorata que se apaga perante os revoltosos, mas que tenta resistir porque tem uma missão que não aceita a traição.


Belíssima biografia que vem enriquecer a historiografia da União Ibérica e da Restauração.

Leituras no Metro - 241

http://www.istambulguia.com/mesquitas/azul/

«[...] vou combinar para que ele se encontre convosco, amanhã de manhã, aqui para as levar ao bazar. Bem, esta tarde sugeria que tomassem um táxi para a Mesquita Azul, passando pelo hipódromo, e, depois depois, visitassem as cisternas romanas. Depois, se tomarem chá no restaurante russo, em Pera, e voltarem para jantar, recomendava-lhes um teatro para a noite.»
Graham Greene - O comboio de Istambul. Mem Martins: Europa-América, ca 1986, p. 183

http://www.vetro-studios.com/rejans/
Graham Greene deve referir-se ao Rejans, aberto em 1924.

domingo, 22 de maio de 2016

«Bruce Springsteen, o operário que já veio de mangas arregaçadas» (DN)

Boa noite!

Para Miss Tolstoi.

Marcadores de livros - 394

Da esq. para a dir.: Parede pintada com Golfinhos, do palácio de Knossos; Nice, da autoria de Peónio; Afrodite.
Atenas, Museu Arqueológico

Verso e reverso de um marcador do Museu da Acrópole

Estes são mesmo os últimos gregos. Mas espero que um dia haja mais. :)

"Creio no Mundo como num malmequer"

Bom Domingo!

Malmequeres ao fim do dia com sol e sombra.

II

O meu olhar é nítido como um girassol.
Tenho o costume de andar pelas estradas
Olhando para a direita e para a esquerda,
E de vez em quando olhando para trás...
E o que vejo a cada momento
É aquilo que nunca antes eu tinha visto,
E eu sei dar por isso muito bem...
Sei ter o pasmo essencial
Que tem uma criança se, ao nascer,
Reparasse que nascera deveras...
Sinto-me nascido a cada momento
Para a eterna novidade do Mundo...

Creio no Mundo como num malmequer,
Porque o vejo. Mas não penso nele
Porque pensar é não compreender...
O Mundo não se fez para pensarmos nele
(Pensar é estar doente dos olhos)
Mas para olharmos para ele e estarmos de acordo…


Eu não tenho filosofia: tenho sentidos...
Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é,
Mas porque a amo, e amo-a por isso,
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe porque ama, nem o que é amar...


Amar é a eterna inocência,
E a única inocência é não pensar.


8-3-1914


Alberto Caeiro in “O Guardador de Rebanhos”. (Nota explicativa e notas de João Gaspar Simões e Luiz de Montalvor.) Lisboa: Ática, (10ª ed. 1993), p.  24.