Prosimetron

Prosimetron

sábado, 23 de abril de 2016

Boa noite!


Marcadores de livros - 374


Este papagaio-marcador é dos mais bonitos que tenho. Veio do México, é feito de missangas e vinha encaixado no marcador de papel que se encontra à esquerda, com uma frase que é uma grande verdade.

Boas leituras!

E como se trata de um papagaio, embora verde, não podia deixar de o associar à cantiga Papagaio loiro.


Uma lista no dia Mundial do Livro

O DN quis apurar quais são as 50 obras essenciais na literatura nacional para isso consultou entendidos na matéria e resultou a presente lista:                            
Charles Edward Perugini, “Girl Reading” (Wikipedia)
File:Charles Edward Perugini ak1.jpg


1- Os Lusíadas, Camões
2 - Livro do Desassossego, Fernando Pessoa
3 -Sermões, Padre António Vieira
4 -Os Maias, Eça de Queiroz
5 -Cancioneiros Medievais (Cantigas de Amigo e de Amor)
6 -Crónica de D. João I, Fernão Lopes
7 -Peregrinação, Fernão Mendes Pinto
8 -Memorial do Convento, José Saramago
9 -Viagens na Minha Terra, Almeida Garrett
10-A Brasileira de Prazins, Camilo Castelo Branco
11-Sôbolos Rios que Vão, António Lobo Antunes
12-A Sibila, Agustina Bessa-Luís
13-Sonetos, Antero de Quental
14-Húmus, Raul Brandão
15-Livro Sexto, Sophia de Mello Breyner Andresen
16-Menina e Moça, Bernardim Ribeiro
17-Mau Tempo no Canal, Vitorino Nemésio
18-A Arte de Ser Português, Teixeira de Pascoaes
19-A Casa Grande de Romarigães, Aquilino Ribeiro
20-Sinais de Fogo, Jorge de Sena
21-Aparição,Vergílio Ferreira Aparição
22-O Delfim, José Cardoso Pires
23-Uma Abelha na Chuva, Carlos de Oliveira
24-Maina Mendes, Maria Velho da Costa
25-Uma Viagem à Índia, Gonçalo M. Tavares

Poesia
26-Obra Poética, Sá de Miranda
27-Poesia, Bocage
28-O Livro, Cesário Verde
29-Só, António Nobre
30-Clepsidra, Camilo Pessanha
31-Poemas de Deus e do Diabo, José Régio
32-As Mãos e os Frutos, Eugénio de Andrade
33-Pena Capital, Mário Cesariny
34-A Colher na Boca, Herberto Helder
35-Toda a Terra, Ruy Belo

Teatro
36-O Auto da Barca do Inferno, Gil Vicente
37-A Castro, António Ferreira
38-Auto do Fidalgo Aprendiz, Francisco Manuel de Melo
39-Guerras de Alecrim e Manjerona, António José da Silva
40-O Judeu, Bernardo Santareno

Ensaio
41-Leal Conselheiro, Rei D. Duarte
42-Quod nihil scitur, Francisco Sanches
43-O Verdadeiro Método de Estudar, Luís António Verney
44-Portugal Contemporâneo, Oliveira Martins
45-A Ideia de Deus, Sampaio Bruno
46-Ensaios, António Sérgio
47-Ir À Índia Sem Sair de Portugal, Agostinho da Silva,
48-O Labirinto da Saudade, Eduardo Lourenço
49-Tratado da Evidência, Fernando Gil
50-O Erro de Descartes, António Damásio

DN 23-04-2016 (aqui)

Marcadores de livros - 373

Stevengraphs do 3.º centenário do nascimento do poeta. Não são meus, mas tenho pena. 
Hoje passam 400 anos sobre a morte do escritor inglês.


Marcadores de livros - 372

Verso e reverso de um marcador da terra onde começaram as comemorações do Dia do Livro.

Agradeço a quem mos ofereceu.

Um quadro por dia



É do grande Jan Davidsz de Heem este Natureza morta de livros , de 1628 , e que foi comprado em 1912 pelo Mauritshuis, em Haia .

Neste Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor .

A arte do retrato



Um dos 3 novos retratos de Isabel II pela grande Annie Leibowitz para assinalar os 90 anos da monarca britânica . É de Março de 2016, e mostra Isabel II com os 2 netos mais novos , filhos dos Príncipe Eduardo, e com os 5 bisnetos na Sala Verde do castelo de Windsor .

Humor pela manhã


Bom dia !





Do novo álbum, Ouroboros .

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Boa noite!



Um quadro por dia


Este Composition, 1973, é do do russo André Lanskoy ( 1902-1976 ), filho do conde Lanskoy e que deixou Moscovo em 1919, instalando-se em Paris em 1921 onde ficou até à sua morte .
Vai amanhã à praça, com uma estimativa de 15 000 a 20 000 euros .

Humor pela manhã


Dizem-me que não é mau, mas talvez não caia bem a muitos ... :)

Marcadores de livros - 371

Hoje passam 400 anos sobre a morte de Cervantes.
Puzzle de dois marcadores.
Puzzle de cinco marcadores.

Para Maria Luisa, que mos enviou.

Marcadores de livros - 370


Carmen Dolores faz hoje 92 anos. PARABÉNS!

Bom dia !





Mais uma morte inesperada no universo musical . A de Prince, ontem , aos 57 anos .

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Boa noite!

Marcadores de livros - 369

 

Em cima, cinco stevengraphs comemorativos do casamento (1947), da coroação (1953) e do jubileu (1977) de Isabel II. Em baixo, um marcador de prata alusivo ao jubileu (2012).


Marcadores de livros - 368


Amadeo em Paris

Inaugurou ontem, 20 de Abril, no Grand Palais, em Paris, uma exposição em homenagem a Amadeo de Souza-Cardoso. A exposição pode ser vista até 18 de Julho. 

Uma das telas expostas:

Amadeo de Souza Cardoso, Par Impar, 1916
Óleo sobre tela, Museu Municipal Amadeo de Souza Cardoso
Par Impar

http://www.geira.pt/museus/Coleccoes/index.asp?id=37

Boa noite!

quarta-feira, 20 de abril de 2016

«Home is where the music is»

Música no Salão foi o título escolhido por Patrícia Vasconcelos para o seu espetáculo no São Luís. E que espetáculo!


«Home is where the music is - esta sempre foi uma das máximas que tentei aplicar nos meus concertos. Tanto em salas de espetáculo com centenas de espectadores, como em pequenos espaços onde só cabiam algumas dezenas, sempre procurei que cada pessoa se sentisse em casa enquanto eu cantava e contava histórias.» (Da folha de sala)
E foi o que aconteceu. Fomos provando os petiscos feitos pela cantora nos intervalos. E que petiscos!



E que petiscos provámos?

Tudo acompanhado com

Mas também podia ter escolhido 

Foi um final de tarde inesperado e muito bem passado.

Novidades



Este é para abrir o apetite para o almoço :) . Uma história gastronómica de Paris, bairro a bairro, do século XVIII até 1914, recenseando os grandes chefs e as receitas mais famosas . Não é esquecido o Club des grands estomacs, que continua todos os Sábados a organizar os famosos jantares que começam às 18h de Sábado e terminam ao meio dia de Domingo ...

Les Gastronomes parisiens , Philippe Mellot, Éditions Omnibus, 128p, € 20 .

Um quadro por dia


Ainda celebrando o 8º aniversário do Prosimetron, aqui fica este Tribuna of the Uffizi ( 1772-77, óleo sobre tela, Royal Collection, Reino Unido ), uma das telas mais conhecidas de Johan Zoffany e que neste particular assinala um dos " departamentos " mais intensamente prosseguidos neste espaço .

Auto-retrato(s) - 232



Um auto-retrato do fotógrafo Guy Bourdin ( 1928-1991 ), de 1950 . Um autodidacta que começa a praticar fotografia durante o serviço militar e que depois se torna discípulo de Man Ray , seguindo-se uma carreira que vai do Surrealismo até grandes campanhas publicitárias nos anos 70 e 80 ...

Números


Diz-nos a Pordata que em 1986 existiam em Portugal 15 linhas telefónicas por cada 100 habitantes, enquanto que em 2013 por cada 100 habitantes tínhamos 113 assinaturas de telemóvel, 62 utilizadores de internet e 24 assinaturas de banda larga fixa .
É realmente prodigioso este salto comunicacional , e basta ver uma loja da MEO ou da NOS para comprovar este crescendo, mas dou por mim várias vezes a pensar no custo / benefício de tudo isto para a economia familiar ...

Onde me apetecia estar






Passava bem uns dias a ser mimado no Royal Mansour , em Marraquexe , este hotel maravilhoso aberto há 6 anos e onde não há sequer quartos ou suites mas sim 53 riads privativos, orientados à volta de uma medina tradicional . Cada riad tem 3 pisos, sendo o último um terraço com piscina , tudo à volta de um pátio interior central . O spa , que se se vê na primeira foto, é em mármore branco e com os melhores tratamentos do mundo . O hotel , que pertence ao próprio rei de Marrocos, é servido por 500 empregados que são quase invisíveis : só utilizam corredores subterrâneos e escadas dissimuladas . Dizem que é um dos mais luxuosos do mundo, e eu acredito ...

Biografias e afins


Finalmente publicados os importantes diários de Vianna da Motta, genial pianista, compositor e professor . A tradução esteve a cargo de Elvira Archer .

George Desvallières: la peinture corps et âme


Prosseguindo um ciclo de exposições dedicado à redescoberta de artistas da passagem do século XIX para o século XX, esta é a primeira retrospetiva dedicada a  George Desvallières, que reúne 90 obras entre pinturas, desenhos, vitrais, tapeçaria, etc. 
Esta exposição proporcionou a publicação do catálogo raisonné da obra multifacetada de Desvallières, coordenado por Catherine Ambroselli de Bayser. 

Paris: Somogy, 2016
€380,00

Homem de combates, George Desvallières é uma personalidade singular que nos mergulha no universo criativo entre as duas guerras, sendo o seu estilo profundamente marcado pelo sofrimento da Grande Guerra.

No Petit Palais, em Paris, até  17 de julho.

Paris: Somogy, 2013
Paris: Somogy, 2013