Prosimetron

Prosimetron
Prosimetron: termo grego que designa a mistura de prosa e verso.

sábado, 26 de março de 2011

Citações - 158


(...) Esta civilização em que vivemos- e a palavra é justa- foi criada a seguir à II Guerra, durante 30 anos de uma extraordinária e irrepetível prosperidade, pela esquerda socialista e social democrata ( às vezes com o apoio da democracia cristã e até de alguns partidos conservadores ). Do berço à cova ( não em Portugal, claro ), o Estado tratava da nossa querida vida e resolvia os nossos problemas. Não vale a pena discutir os méritos desta horrível visão. Mas vale com certeza a pena compreender que esse mundo não volta e que os vestígios dele irão desaparecer lentamente na miséria geral. A Europa já não é uma potência, é um lugar turístico. E o dinheiro acabou. Ninguém sabe o que aí vem, para lá da dívida e do défice, excepto que seguramente não será nada como dantes.


-
Vasco Pulido Valente
, no Público de hoje.

ONDE ME APETECIA ESTAR- 48

( Foto de Alan Copson )

Neste Dia Nacional dos Centros Históricos, um destino nacional que ando para conhecer há anos: a cidade da Horta, capital da Ilha do Faial, Açores.

Happy Birthday Diana Ross !



Miss Diana faz hoje 67 anos, e esta é uma actuação ao vivo em Roterdão, em 1994.

Bom final de tarde...


«A finalidade da boa música é emocionar a alma.»
Monteverdi

Mais um filme francês


Em princípio, este é o filme que se segue na minha próxima ida ao cinema.

Dia do Livro Português

Na minha agenda (Assírio & Alvim) está escrito que hoje é o dia do Livro Português. Não me recordava que houvesse esta efeméride mas congratulo-me com ela. Escolhi um trecho peculiar de Virgílio Ferreira.




Melo, 2 de Setembro (1948)


Estou escrevendo, com este, um outro diário. Traslado para
aqui as minhas impressões de hoje:
1 pão ______________2,80
2 quilos de batata______2,40
1/2 quilo de arroz______4,8
Peço desculpa à literatura.


Vergílio Ferreira, Diário Inédito, Lisboa: Quetzal, 2010, p. 113.
x

[Quando o vento primaveril...]


http://www.trekearth.com/gallery/Europe/Portugal/North/Viseu/Lamego/photo173014.htm

Quando o amante brilha como o sol
O enamorado, como uma partícula, começa a girar.
Quando o vento primaveril agita o amor
Todo o ramo, que não se ache seco, põe-se a dançar.

Djalal Al-Din Rumi
In: Rubayat / trad. Adelino de Ínsua. Guimarães: Pedra Formosa, 2002, p. 36

Leituras no Metro - 49

Preparando e cozendo o pão, ca 2494-2345 a.C. © Gianni Dagli Orti/CORBIS http://www.corbisimages.com/Enlargement/IH019983.html
PEDIR PÃO NA RUA

«Com o seu avanço na descoberta do pão e sendo um povo agrícola [o do Antigo Egipto] , com larga história de pagamento de tributos aos senhores e oferendas aos deuses em cereais, logo que o fabrico do pão se generalizou o sálário começou a ser pago em pão. Um trabalhador rural recebia três pães e duas canecas de cerveja por dia. Os que não tinham trabalho estendiam a mão e pediam pão.

«A expressão "pedir pão na rua" vem até aos nossos dias.»

Isabel do Carmo In: Conhecer os alimentos. Alfragide: Livros de Hoje, 2010, p. 74

À mesa do Café


Paul Verlaine na mesa favorita de Voltaire, no café Procope (Paris).


«O forte café de São Domingos, bebido por Buffon, Diderot e Rousseau, acrescentou o seu calor às almas calorosas, perante o olhar penetrante dos profetas reunidos no antro do Procópio, que viram no fundo negro da beberagem a faísca futura de 1789.»

Michelet


Já aqui falei deste antigo café de Paris, hoje restaurante.

Hoje, no Calhariz

C'est beau la vie!


Depois de ver

Divertidíssimo. E não só.

sexta-feira, 25 de março de 2011

Bacio - 13


Lorenzo Lotto (1480-1556) - Vénus e Cupido, ca 1525
Nova Iorque, The Metropolitan Museum of Art

«Quando uma flecha está colocada no arco, mais cedo ou mais tarde, é preciso atirá-la.»
Provérbio chinês

Boa noite !

No fim-de-semana

Lá fora - 100 : Todos os tronos



Acreditem que foi por mero acaso, mas achei graça que o centésimo post/centésima exposição tenha por tema um dos símbolos monárquicos por excelência : o trono.
São 40 tronos, provenientes de várias partes do mundo, mas com prevalência europeia, que estão patentes até 19 de Junho na exposição de Primavera do Château de Versailles.

A arte do retrato - 24

Edvard Munch, August Strindberg, óleo sobre tela, Museu de Arte Moderna de Estocolmo, Suécia.

É realmente um dos meus pintores preferidos modernos.

Há 100 anos


A Biblioteca Nacional estava então instalada numa parte do Convento de S. Francisco da Cidade, no Largo da Academia Nacional de Belas Artes.

«O jornal O Século anuncia o novo director da Biblioteca Nacional, Faustino da Fonseca. Sobre o novo director, o redactor refere: "é um escritor muito apreciado, pelos seus romances históricos, entre os quais avulta A descoberta do Brasil, [e] há muito que se dedicava ao estudo dos serviços bibliotecários e por isso o governo lhe confiou o lugar de director da nossa primeira biblioteca pública, sendo de esperar que o desempenho com toda a prociência".
«O periódico chama também a atenção para o facto de Faustino da Fonseca ter determinado "que não fosse alterado o actual horário [da biblioteca] até ao dias primeiro de Abril, pois, faltando poucos dias para acabar o mês, era melhor durante este tempo organizar os serviços e turnos que, em conformidade com a nova lei, devem funcionar".»
Fonte: O Século, Lisboa, n.º 10517, 25 Mar. 1911, p.3
http://www.centenariorepublica.pt/conteudo/25-de-mar%C3%A7o-de-1911-nova-direc%C3%A7%C3%A3o-da-biblioteca-nacional

Faustino da Fonseca (1871-1918), jornalista, escritor e político. Oficial do Exército, demitiu-se após a Revolta do 31 de Janeiro. Colaborou em muitos jornais, com destaque para O Século, O Mundo e A Luta e A Vanguarda. Deputado à Constituinte de 1911, foi posteriormente eleito senador. Foi director da Biblioteca Popular de Lisboa, antes de ser nomeado para a Biblioteca Nacional. Escreveu, como já foi referido, numerosos romances históricos.



Dreams II

O Luís com o poema de Alberto Caeiro fez-me lembrar a pintura, Sonho II de Vogeler. Henrich Vogeler era um pintor, arquitecto e desenhador alemão.
O sonho é que a Primavera se instale porque está um pouco adormecida com tantas nuvens.
x
Heinrich Vogeler,(1872 – 1942) Dreams II


A lua da montanha
ilumina também
os ladrões de flores.

Matsuo Bashô (Japão, 1644 - 1694)
traduções de João Muzi



Humor pela manhã... - 8


E em 2011 o panorama ainda é pior...

Poemas - 33



Quando Vier A Primavera, de Alberto Caeiro ( Fernando Pessoa ) na voz de Luís Gaspar.

PENSAMENTO(S) - 163

From his neck down a man is worth a couple of dollars a day, from his neck up he is worth anything that his brain can produce.

- Thomas Edison

E o cérebro de Edison produziu muito.

Números - 47


6.100.000

6,1 milhões: o número de telemóveis vendidos em Portugal no ano passado. Aqui está mais um número que me deixa perplexo perante a crise que vivemos. Considerando que já somos um dos países da Europa onde existem mais telemóveis, conclui-se que além dos telemóveis comprados por quem não os tinha, continuamos a trocar os que temos por outros mais sofisticados e mais caros. Ainda ontem, assisti a uma senhora que comprava às suas duas filhas adolescentes, esfuziantes pois claro, dois telemóveis. E não pareciam pessoas especialmente abonadas, pelo que embora tenha baixado com o tempo o preço das chamadas e sms a verdade é que são mais 2 telemóveis para aquele agregado familiar em particular.

Auto-retrato(s) - 93


Tarsila do Amaral - Auto-retrato, 1918

Tarsila do Amaral - Auto-retrato, s.d.

Tarsila do Amaral - Auto-retrato, 1923

Tarsila do Amaral - Auto-retrato, 1924

«Eu invento tudo na minha pintura. E o que eu vi ou senti, eu estilizo.»
Tarsila do Amaral
X
Nos auto-retratos não parece tê-lo feito. :)

Em 25 de Março...



«Em 25 de Março, se o cuco não se ouvir, ou é morto ou não quer vir.»

Jornais na pintura de Juan Gris - 3


garrafa, jornal e taça de fruta.

Copo, caneca e jornal.

Uvas.

Vista sobre a baía - I

Óculos, jornal e garrafa de vinho.

Natureza morta com toalha posta.

quinta-feira, 24 de março de 2011

Boa noite!

Na Fnac Chiado

É lançado hoje o mais recente livro do João Gonçalves (Portugal dos Pequeninos), pelas 18h30, com apresentação de Pedro Mexia.

Hoje, nos Paços do Concelho

Mais um colóquio organizado pela Fundação Mário Soares, desta feita sobre A República e os Monárquicos. É às 18h, nos Paços do Concelho, sendo o Prof.Romero de Magalhães o orador convidado.

Bom dia !



Que começa musicalmente com Lorna Luft, filha mais nova de Judy Garland e meia-irmã de Liza Minelli, e uma grande voz por direito próprio.

Dose reforçada

Não abri champanhe porque o país não está para festas, mas reforcei a dose do Armagnac pós-prandial. Estava farto do Primeiro-Engenheiro e de muitos dos seus muchachos, sendo certo que também não morro de amores por alguns dos muchachos do Dr.Passos Coelho e da sua cartilha neo-liberal.
E já imagino o tom e o teor da campanha eleitoral que iremos ter...

Houdini



Assinala o Google, e assinala o Prosimetron, os 137 anos passados sobre a data de nascimento de Harry Houdini, o mais famoso ilusionista do séc.XX embora tenha morrido inesperadamente logo em 1926, aos 52 anos e no auge da sua fama. Este clip é de um dos 5 filmes mudos em que Houdini participou, e ilustra uma das suas especialidades: livrar-se de cordas .

Jornais na pintura de Juan Gris - 2


A baía.

A nuvem.

O dado.

Garrafa de água e prato de fruta.

O livro de música.

Novo livro de Lídia Jorge

E o pedido de demissão aconteceu...


Comunicado da Presidência da República
A Presidência da República divulga o seguinte comunicado:

1 – O Presidente da República recebeu hoje, em audiência, o Primeiro-Ministro, o qual lhe apresentou o seu pedido de demissão.

2 - Com vista à resolução da situação política decorrente do pedido de demissão do Primeiro-Ministro, o Presidente da República, nos termos constitucionais, irá promover, no próximo dia 25, audiências com os partidos representados na Assembleia da República, mantendo-se o Governo na plenitude de funções até à aceitação daquele pedido.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Gata em telhado de zinco quente...




Para além de Bruscamente no Verão passado, este Gata em telhado de zinco quente (1958), de Richard Brooks, é um dos meus filmes preferidos com Liz Taylor.


Boa noite!

O meu primeiro contacto com Elizabeth Taylor




Há dias falámos, outro prosimetronista e eu, sobre estes filmes, de 1943 e 1946, respectivamente. Eram uma grande choradeira!...

Citações - 157


Em Portugal, houve um abuso de consumo num país em que, para além de pouco produzir, obedeceu à má-gestão da União Europeia em áreas como a da agricultura e das pescas. Sectores que não foram protegidos nem defendidos, como se pretendessem transformar o País numa estância de turismo e sem poder criar riqueza. (...)

-
Urbano Tavares Rodrigues
, no Diário de Notícias de hoje.