Prosimetron

Prosimetron

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Cinenovidades





O genial escultor visto pelos olhos do escritor James Lord .

Humor pela manhã


Gostei do slogan ! :)

Bom dia !





Uma extraordinária orquestra franco-argentina que vem inovando no reino do tango.

Presa Branca


Um filme de animação que marca a estreia de Alexandre Espigares. Adaptação de um conto de Jack London. Vejam que vale a pena. Talvez venha a reler o livro. Na minha adolescência li muito Jack London.

Lisboa: Relógio d'Água, 2009

Marcadores de livros - 1088

Frente e reverso de uns marcadores, cujos versos desencontrados fazem puzzle. Com um agradecimento à Luisa.

terça-feira, 19 de junho de 2018

Boa noite!



Botticelli - Inferno, de Ralph Loop, passa amanhã ás 19h00 no Corte Inglês.

Marcadores de livros - 1087


O livro deste marcador já andou aqui nas Leituras no Metro.

Salvem a Sardinha!



A Galeria Millennium, na Rua Augusta em Lisboa, acolhe a exposição Salvem a Sardinha!, onde se podem ver uma selecção de 143 das melhores sardinhas que participaram no Concurso de Sardinhas das Festas de Lisboa, que já vai na 8.ª edição. Ao todo, foram recebidas 3726 propostas, enviadas por 1879 autores, de 63 países. 
As cinco obras premiadas foram escolhidas pelo júri composto por Bordalo II, Catarina Sobral, Joana Cruz e Jorge Silva. 
A exposição pode ser vista até 30 de junho, de segunda a sábado.

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Os meus franceses - 629


Leituras no Metro - 981

Porto: Porto Ed., 2012

É o primeiro livro de Fred Vargas que leio. Acho que devia ter começado por outro porque este não é o primeiro do comissário Adamsberg. Este está em Londres a assistir a um congresso. Tudo está bem até que aparecem na entrada do antigo cemitério de Highgate dezassete pares de sapatos com pés lá dentro. E pés em bom estado. 
Entretanto Adamsberg regressa a Paris e confronta-se com a morte de um ex-jornalista, assassinado de modo macabro..


Marcadores de livros - 1086


Rogier van der Weyden - Descida da cruz, 1435

Esta pintura é uma beleza!

sábado, 16 de junho de 2018

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Boa noite!

Bons sonhos!

Marcadores de livros - 1082


Um livro de João Tomaz e Pedro Adão e Silva em que o futebol não é apenas futebol.
«Tudo o que nunca se soube sobre a insurreição de jogadores do México 86, conhecida como o 25 de Abril do futebol português. "Deixem-me sonhar", clamou José Torres, o "Bom Gigante" do futebol português, antes do jogo de apuramento decisivo entre Portugal e a República Federal Alemã. Quem viveu, não esquece: Jaime Pacheco cortou uma bola, passou-a a Carlos Manuel, que rematou para o fundo da baliza. O jogo ia no minuto 53. Daí até ao final, Bento ficou a defender e o país a sofrer, mas aconteceu.
«Vinte anos depois, pela segunda vez na História, a seleção portuguesa apurou-se para um Mundial de futebol: o México 86. Só que não estava pronta para isso, e o "milagre de Estugarda" transformou-se no pesadelo do "caso Saltillo". Com Portugal em ebulição e o futebol a ser transformado pela FIFA num negócio gigantesco, os jogadores chegaram a Saltillo, no México, para encontrar um motel degradado, um campo inclinado, uma ausência de plano de treinos e prémios de cem contos por jogo - em contraste com os 143 mil recebidos pela Federação. Estavam lançadas as condições para uma reivindicação sem precedentes, que dividiu a sociedade portuguesa e lançou os alicerces para a profissionalização do futebol nacional. Uma história que estava por contar e que é agora, finalmente, relatada por inteiro.»


Mundial de Futebol


Para assinalar este evento desportivo, a Casa da Moeda cunhou uma moeda de coleção comemorativa com o valor facial de €2,50 da autoria do escultor João Duarte.

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Boa noite!


Um quadro por dia - 420


Joseph Heintz, o Novo ( 1600-1678 ), Santo António e o milagre da mula, óleo sobre tela, Basílica de San Zanipolo, Veneza .

Padre Manuel Antunes

O melhor professor que tive: um ótimo professor, uma ótima pessoa.

Humor pela manhã


Marcadores de livros - 1081


Com um agradecimento à Cláudia.

Marcadores de livros - 1080



Bom dia !

terça-feira, 12 de junho de 2018

Boa noite!


Leituras no Metro - 980

Barcarena: Presença, 2014

Já andava para ler este livro há um tempo. Entretanto uma amiga minha viu uma entrevista com Robert Harris e acho-o interessante, de modo que resolvi ler O oficial e o espião, romance histórico baseado no caso Dreyfus. Alfred Dreyfus foi acusado de ter vendido informações aos serviços secretos alemães, pelo que foi condenado e deportado para a Ilha do Diabo. 
O narrador é um oficial de nome Picquart, o qual vem a  descobrir  a inocência de Dreyfus. Um caso que dividiu a opinião pública francesa.

Marcadores de livros - 1079


segunda-feira, 11 de junho de 2018

Os meus franceses - 626


Marcadores de livros - 1078


Um dos meus escritores preferidos. E gosto pouco de literatura japonesa.

Guernsey

Se não fosse uma amiga dizer-me que tinha lido o livro e que queria ver o filme, nunca teria reparado neste filme nem visto que é de Mike Newell (de que gosto bastante) e cheio de bons atores. A história é interessante e fiquei a conhecer um pouco do que se passou nesta ilha britânica durante a II Guerra Mundial. S´não penso experimentar a tarte de casca de batata.



O livro está traduzido em Portugal desde 2010. Agora, aproveitando a exibição do filme, puseram uma nova capa à edição.

domingo, 10 de junho de 2018

Os meus franceses - 625

Este primeiro cd de Françoise Fabian saiu em maio. Dele retirei «Tant de choses que j'aime»:


O chá das cinco - 112

Lisboa: Vega, 2017

O chá é uma das bebidas com uma história mais antiga e fascinante, baseada em várias lendas, seja na China, na Índia ou no Japão. Manuela Paiva conta-nos essa história, dando-nos ainda a conhecer as suas múltiplas variedades e os muitos benefícios que (dizem) as diferentes variedades têm sobre a nossa saúde. O chá, como muitas outras bebidas, tem influência no convívio das pessoas e no conhecimento de outras culturas, quando observado o seu ritual tradicional. O livro tem umas belas ilustrações de Isabel T. de Sousa.
Só vejo um senão neste livro que se destina a um público jovem: a Vega (como outras editoras: Tinta da China, por exemplo) continua a publicar livros segundo a ortografia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990. Não me parece que isso seja pedagógico. Eu, pelo menos, não compro livros para jovens que não respeitem o AO90. E não pensem que sou uma militante pró-acordo. Apenas acho que os miúdos lerem livros com duas ortografias não favorece uma escrita coerente.
Comprei este, li-o com agrado, mas não o vou dar aos meus netos. Seria um sinal de bom-senso, as editoras publicarem com o AO90, porque por mais militância que haja contra, ele não voltar atrás. Será difícil os miúdos de hoje passarem a incluir c e p em certas palavras.

«O chá não é mais do que isto: aquecer água, preparar o chá e bebê-lo convenientemente.»
Sen No Rikyo

Marcadores de livros - 1077


Courbet - La source, 1862
Nova Iorque, Metropolitan

sábado, 9 de junho de 2018

Dançar com Bergman

No ano em que se comemora o centenário do nascimento de Ingmar Bergman, o Théâtre des Champs Elysées apresenta este bailado. «Onde eu gostaria de estar»...

Manjerico

Já comprei um manjerico há dias. Quando puder, fotografo-o para o postar aqui. E espero que sobreviva muitos meses como já aconteceu com dois, em anos passados.