Prosimetron

Prosimetron

terça-feira, 17 de setembro de 2019

Um quadro por dia - 466


Esta é uma tela de Sayed Haider Raza ( 1922-2016 ), integrando a mesma um leilão da Christie's de Nova Iorque dedicado a pintores indianos, que teve lugar a 11 de Setembro.
É de 1977, época em que o pintor já se afastou da Segunda Escola de Paris, começando a integrar nas suas obras elementos da sua infância indiana e da sua herança cultural.
É o que se vê nesta A Terra, de 174x260 cm, acrílico sobre tela .

Na Biblioteca Nacional



Cinenovidades





Sempre me interessaram os filmes sobre a memória, a falta dela, ou até o excesso dela. Realização de Stéphane Batut.

A arte do retrato - 254



Uma cabeça com 3000 anos, da XVIIIª dinastia que governou o Egipto. Esculpida em quartzite castanha , representa o deus Amon com os traços do " faraó menino ", aquele que subiu ao trono com 9 anos e o séc XX tornou um dos mais conhecidos : o jovem Tutankhamon.
Apesar das reclamações do Cairo, o busto foi mesmo vendido na Christie's de Londres no passado 4 de Julho, por 4,7 milhões de libras ( 5,3 milhões de euros ), depois de ter estado na colecção do príncipe Wilhelm de Thurn e Taxis, que o vendeu nos anos 70 a Joseph Messina, até voltar nos anos 80 à Alemanha, integrando a colecção Resandro.

Humor pela manhã


Bom dia !





Deixou-nos ontem, mais conhecido como vocalista dos Cars.

Marcadores de livros - 1436

Faz hoje 118 anos que nasceu José Régio.

Um Dia de Chuva em Nova Iorque

O novo filme de Woody Allen:


Por cá, a meteorologia prevê chuva para o fim de semana.

segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Quito (visto por mim) - III

© Copyrigt by JAD

Quito (Equador / Ecuador) 15 de setembro de 2019
Vendedora da sorte: raspadinhas e lotarias 

Quito (visto por mim) - II

© Copyrigt by JAD

Quito (Ecuador / Equador) - dia 15 de setembro

O regresso a casa
vindos da procissão em honra de 
Nossa Senhora das Mercês (padroeira da libertação dos escravos)

E agora a «representação» durante a manifestação «acção de graças»
as escravas - mais velhas e a trabalhar -, o capataz e as libertas que dançam

 
© Copyrigt by JAD

Quito (visto por mim)

© Copyrigt by JAD

Quito dia 15 de setembro
uma grande cidade a quase 3000 metros de altitude

Os meus franceses - 714


De Quito (Equador) para o nosso lanche


Leituras no Metro - 1035

Silveira: E-primatur, 2016

Este livro de Hermann Ungar, autor checo meu desconhecido, com uma boa tradução de Vanda Gomes, foi uma agradável surpresa, embora o livro nada tenha de agradável. 
É a «história de um empregado bancário neurótico e socialmente inepto cuja grande ambição é a criação de uma vida controlada e sem surpresas mas que é arrastado numa cadeia de eventos para o caos total.»
Leia aqui o que Joana Emídio Marques escreveu sobre o livro e o autor.
Acho que vou ler o outro livro de Hermann Ungar editado em Portugal: Meninos e assassinos, traduzido e publicado por Vítor Silva Tavares na &Etc, em 1990:


Marcadores de livros - 1435

Versos e reverso de dois marcadores. Com um agradecimento à Justa.

domingo, 15 de setembro de 2019

Boa noite!

Para o nosso viajante em Nápoles.

Leituras no Metro - 1034


«[...] tu [Michel Vitold] sempre ficaste igual desde o nosso primeiro encontro [...]. Ainda te estou a ver com o teu barrete empoleirado no alto do teu crânio de Russkoff... Não confundas, para mim, "russkoff" não tem nada de pejorativo. Eu próprio sinto-me mais rital [nome pejorativo que se dá em França aos emigrantes italianos] que italiano, e não deixo de me divertir. Para nós, os exilados, a terra natal tem um sabor particular: quanto mais nos afastamos, mais ela fica sólida, amsi nos sentimos impregnados da nossa pátria, quanto mais não seja pelo olhar dos outros, que te fazem sentir bem que não és daqui. Eu deixei Reggio Emilia italiano, cheguei rital a Paris. Na época, possuías como único papel de identidade um estranho passaporte que tinha além do teu verdadeiro nome, Sayanoff, a referência "apátrida". Corrige-me depressa se me engano, mas estou a ver como se fosse ontem esse pedaço de papel que tu nos mostravas rindo.»
Serge Reggiani - Último correio antes da noite. Porto: Campo das Letras, 1996, p. 51

Jardins - 41

Carl Larsson - Verão em Sundborn, ou Rapariga no Jardim, 1913

«It is a golden maxim to cultivate the garden for the nose, and the eyes will take care of themselves.»
Robert Louis Stevenson

Nova York (visto por mim) - II

© Copyrigt by JAD

Dia 14 de setembro
Broadway 5th avenue new york city

Nova York (visto por mim)

© Copyrigt by JAD

Nova York - dia 14 de setembro
No coração da maçã
Uma torre de ouro e outra em construção (uma agulha a caminho do céu).

sábado, 14 de setembro de 2019

Os meus franceses - 713


Wine o'clock


Bom tarde! Boa noite!


Washington (visto por mim) - IV

© Copyrigt by JAD
Washington - 14 de setembro
Não encontrei amores-perfeitos; mas encontrei uma ervilha-de-cheiro.

Marcadores de livros - 1433

Para um brunch:

Washington (visto por mim) - III

© Copyrigt by JAD
Washington - dia 13 de setembro
uma das muitas casas típicas no caminho de volta da Biblioteca 

Washington (visto por mim) II

© Copyrigt by JAD

Washington - dia 13 de setembro
Encantou-me a mensagem :
Não importa de onde vens; estamos contente por seres nosso vizinho


Washington (visto por mim)



© Copyrigt by JAD

Washington, dia 12 de setembro de 2019
Assim não me perdi - caminhando para a Biblioteca

sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Boa noite!


Washington

 
Estação de comboios 

Fotos Jad.

Elegâncias - 157

Voltámos às Elegâncias que gosto de postar nesta secção. Ora vejam:

Isto é um homem vestido com uns calções e camisa de miúdos pequenos, quando eu era miúda. Só que normalmente o padrão era de quadradinhos em azul ou verde claro com branco. 
Estás lindo!
Com este calor como conseguem andar de botins?

Marcadores de livros - 1432


Obrigada, Paula e Rui.

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

Boa noite!

António Menano faleceu fez ontem há 50 anos.



NY by night

Foto Jad.


Marcadores de livros - 1431

Detalhe da encadernação do Livre d'heures à l'usage de Paris, 1532-1538
Col. particular

Este livro esteve na exposição:


Para Jad.

Mondrian figurativo

Esta exposição abre hoje no Marmottan-Monet e pode ser vista até 26 de janeiro de 2020. Não me lembro de ter visto pintura figurativa de Mondrian. Tem quadros lindos!
Quinta em Duivendrecht, ca 1916
Gemeentemuseum Den Haag

Dias do Cinema Israelita

Pode ver o programa aqui.


quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Lembrando João Mattos e Silva

... que faria hoje 75 anos.

Em memória do João Mattos e Silva

Uma camélia de Watts, pois ainda não vi camélias este ano.

George Frederic Watts, Ellen Terry ('Choosing'), National Portrait  Gallery, Londres

Ellen Terry ('Choosing'), by George Frederic Watts, 1864 - NPG 5048 - © National Portrait Gallery, London



“Aconteça o que acontecer, nada apaga da memória a criança que um dia fomos.”,
Alexandre Dumas (filho)



O «Tesouro dos remédios da alma» - 37

Agora em Boston. 
 
Livro com uma bela encadernação. Esperemos que dentro tenha surpresas.

Humor pela manhã



Aqueles nossos primos que preferíamos não fossem ...