Prosimetron

Prosimetron
Prosimetron: termo grego que designa a mistura de prosa e verso.

sábado, 4 de abril de 2015

Boa noite!

As amêndoas da minha infância

Nunca fui muito dada a amêndoas. Na minha infância só havia amêndoas francesas (as de cima) e umas mais grosseiras (porque tinham mais açúcar) de várias cores.
E havia as chamadas amêndoas de licor (que não têm amêndoa). Gostava de comer um ou outro feijão (porque eram mais fininhas e tinham menos açúcar) e de caçar os bebés (que apareciam pouco).
Também havia estas amêndoas cobertas, de Moncorvo, muito duras e cheias de açúcar. E umas amêndoas moles que normalmente eram dadas a pessoas com poucos dentes. :) Não encontrei nenhuma foto na net.
As amêndoas milanesas só apareceram mais tarde, bem como as de chocolate. Agora, como destas quando o chocolate é preto e umas de canela.

Nas montras de Paris - 18

Chocolates de Michel Chaudu, na rue de l'Université.

Marc'Aurelio

Capas dos anos 1950.

Não sabia da existência deste jornal humorístico (1931-1958) até ter ido ver o filme que Scola fez sobre a sua amizade com Fellini. Jornal onde ambos começaram as suas carreiras como desenhadores e humoristas, em épocas diferentes, já que tinham uma diferença de 11 anos.

Fellini no tempo em que trabalho no Marc'Aurelio


Um dos desenhos que Scola, então com 16 anos. levava na sua pasta quando se foi apresentar ao Marc'Aurelio.

Não percam o filme Que Estranho Chamar-se Federico
Dois dos filmes de que mais gosto - La Dolce Vita e Una Giornata Particolare - foram realizados o primeiro por Fellini e o segundo por Scola.

O Pão

Excerto de um dos filmes de Manuel de Oliveira de que gosto.

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Boa noite!

Que estranho chamar-se Federico

Um retrato emocionante (entre filme e documentário) de Federico Fellini, baseado nas memórias de seu grande amigo Ettore Scola.

In Memoriam

O filme mais emblemático para homenagear o cineasta Manoel de Oliveira

Luísa Todi no Campo Grande

Postal (dos anos 1960) do monumento a Luísa Todi, da autoria do escultor Martins Correia, inaugurado em 1957 no Campo Grande. O busto tinha sido roubado e o pedestal vandalizado. Pelos vistos foi feita uma cópia do busto (que está assinado F.B.) e refeito o pedestal.

Para Jad.

Com Oxo... tudo melhora. Será?

Anúncio de cubos de caldo, Reino Unido, ca 1950.

"Agora jazes"

Desejo a todos uma boa Páscoa!


Agora completou-se o meu sofrimento e inominavelmente
dele estou repleta. Fico imóvel como o interior
de pedra fica imóvel.
Dura como estou, uma coisa apenas sei na minha dor:
Tu cresceste
e cresceste,
para te elevares
como dor desmedida
muito para lá da medida do meu coração.
Agora jazes atravessado ao meu colo,
agora já não Te posso
dar à luz.

Rainer Maria Rilke, A Vida de Maria, ( tradução e prefácio de Maria Teresa Dias Furtado)
 Lisboa: Portugália Editora, 2008 p. 93.

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Passeio por Ourém

Ourém 

Castelo e palácio  dos condes de Ourém
( Palácio século XV -)

O Castelo ilustra a Reconquista Cristã, conquista de Ourém (1136)


S. frei Nuno de Santa Maria (1360-1431) - Canonizado a 26 de Abril de 2009

Cripta 4º conde de Ourém, D. Afonso, 
na Igreja da [antiga] Colegiada da Nossa Senhora da Misericórdia.

Na Igreja da Nossa Senhora da Misericórdia encontrei
o Cântico dos Cânticos. Deixo aqui a bela passagem:

Na Sexta-feira Santa pode assistir à tradição pascal que se repete em Ourém. Cerca de 80 figurantes, acompanhados pela Sociedade Filarmónica Ouriense, dão corpo à recriação do último dia da vida terrena de Jesus Cristo.

Sugestão: um local para passar a noite a Pousada do Conde de Ourém. 
Um local muito aprazível.

Boa noite!

Canção de Ascenção e Queda da Cidade de Mahagonny, ópera de Kurt Weill e Brecht.

Um quadro por dia

É do grande mestre do barroco flamengo, Jan Davidsz de Heem ( 1606-1683 ), este óleo sobre madeira com o título Natureza morta com vidro, borboleta, limão e uvas , e vamos ver se não cometi a maior loucura da minha vida ao licitar no leilão online da noite passada ...

Poison d'avril


O rapto de Michel Houellebecq

Estreia amanhã. Ainda não sei se o irei ver porque este escritor irrita-me. :)

Humor pela manhã



É claro que também podiam ser outros , mas este continua na " crista da onda ". Só se a mãe fosse uma Rothschild é que se conseguia explicar o " regabofe " dos últimos anos ...

Bom dia !

terça-feira, 31 de março de 2015

Boa noite!

Para MR

 
 
Numa tarde de primavera encontrei este monumento que era (é) procurado. Onde, onde?

«Avez-vous Coca-Cola dans la cave...?»

- Avez-vous Coca-Cola dans la cave...?
- Ah non, Madame, ici c’est un restaurant, pas une pharmacie.
(do filme de Julien Duvivier, Voici le Temps des Assassins, 1956)


Leituras no Metro - 206

Lisboa: Tinta da China, 2015

Um livro de homenagem a Medeiros Ferreira, que é mais um livros de memórias daqueles que com ele conviveram. O livro lê-se muito bem e é interessante porque a personagem também o era. Só a organização do livro é que é um pouco ridícula, para não dizer parola. Em vez de arrumarem os depoimentos por ordem alfabética, não: Presidentes da República, Presidentes da Assembleia da República; Presidentes do Governo Regional dos Açores; Testemunhos. E estes então estão ordenados por ordem alfabética. :)

«Notáveis são [...] as comparações que Medeiros Ferreira fez dessa "Europa das chancelarias" com o Império Austro-Húngaro, cujo final não foi brilhante", e com o Sacro Império Romano-Germânico:

Porque no século XIX o Império austro-húngaro tornou-se burocrático e torou-se decadente do ponto de vista económico, com um desenvolvimento desigual entre os seus territórios. Só acordou da letargia com a I Guerra Mundial, que levou ao seu desmembramento. A outra comparação que faço é com o Sacro Império romano-germânico. Na prática, terminou em 1648, com a paz de Westefália, mas o Imperador ficou com os títulos até apanhar com uma carga de pancada do Napoleão em Austerlitz. A União Europeia pode desaparecer sem a gente dar por ela. Podemos vir a assistir a uma diminuição do papel da UE sem que ela desapareça.

Sem dúvida uma derradeira e brilhante lição de história comparada.» (Do depoimento de Alfredo Barroso, p. 72; as citações de MF são de uma entrevista que este deu a Miguel Gaspar.)


domingo, 29 de março de 2015

Boa noite!

Festa do cinema italiano



A oitava edição do 8 ½ Festa do Cinema Italiano percorreu várias cidades de Portugal e voltou a Lisboa onde continua no Cinema de São Jorge até 3 de Abril. A programação, disponível para consulta em www.festadocinemaitaliano.com,, integra naturalmente novas películas italianas, mas também alguns clássicos inesquecíveis, tais como, o Nuovo Cinema Paradiso de Giuseppe Tornatore que acabo de ver pela ? vez. E o final comovente do filme junta-se às diversas postagens de M.R. sobre a Itália ...


Cantina Bella Ciao

Ontem fui com uns amigos a esta antiga taberna,  agora renovada e de comida italiana. Fica na Rua do Crucifixo, em Lisboa e tem uns preços muito em conta.
Comi Paccheri con Ragù di Agnello (uma massa em tubos largos com molho de borrego) que estava verdadeiramente deliciosa; e experimentei o Tiramisù que é o melhor que já comi em restaurantes. Com mais um pouco de marsala ficaria divinal.

Frutas - 113

Aleksander Gierymski - Judia com laranjas

Este ano, tenho comido boas laranjas.

Simenon

http://simenon.co/

O site oficial com imensa informação. E fidedigna.