Prosimetron

Prosimetron
Prosimetron: termo grego que designa a mistura de prosa e verso.

sábado, 5 de abril de 2014

Os meus franceses - 326

Gostei deste filme de Betrand Tavernier, apesar de muito trepidante. E tem uma bela música de Philippe Sarde.

Os mais novos rebentos.

Confesso que não contava passar hoje pela Rua Anchieta, mas uma espera, maior do que contava, na estação do Metro Baixa-Chiado (não existe pachorra para estes intervalos de 10 a 15 minutos, ao Sábado) levou-me até à superfície e fui passear pela feira do livro antigo, que acontece todos os Sábados.
E vieram comigo 4 pequenos opúsculos que talvez venham a ser objeto de outros escritos neste Blogue.
Por ordem cronológica (que também pode ser uma ordem)!

- Novo, e devertido entremez: A grande bulha, e desordem, que teve huma saloia com huma secia de Lisboa por amor do Paralta, seu filho. Lisboa, na oficina de Francisco Borges de Sousa, 1792, 16 p.









- Novidades dadas por Bento Aniceto, Lavrador, ao seu compadre, cura da sua freguesia na provincia da Beira / José Daniel Rodrigues da Costa. Lisboa, na impressão de João Nunes Esteves, 1823, 28 p.








- Discurso moral, e politico. Recitado no dia 4 d'Abril de 1836, na Sé Cathedral de Coimbra, pela ocasião da benção da bandeira do brilhante Corpo da Guarda Nacional da mesma Cidade / António Alves Martins. Coimbra, Imprensa de Trovão & Companhia, 1836, 16 p.







- Cinquante Livres et Autographes précieux provenent du cabinet d'un amateur: 4 décembre 1987 / Ader Picard Tajan. Paris, Imp. Schiffer, 1987, 106 p.








Cada um deles foi adotado por razões diferentes. E isso vai ser, espero, o meu divertimento do fim de semana.
 

José Wilker (1947-2014)

José Wilker faleceu hoje, vítima de ataque cardíaco.
Conheci-o, como a maioria dos portugueses de então, através do seu papel de Mundinho Falcão na telenovela Gabriela (1975).
Vi-o ainda em Roque Santeiro (1985), interpretando a personagem que dava título à telenovela.
Em 2012 interpretou o papel do coronel Jesuíno Mendonça num nova adaptação de Gabriela, de que vi alguns episódios.
Lembro-me ainda de o ter o visto no filme Dona Flor e seus dois maridos (1976), daptação ao cinema do romance de Jorge Amado.

Surprise!

Capa de Constantin Alajalov - New hat saturday evening, 8 abr. 1950

Lá fora - 199 : Gotlib



Uma exposição que é uma grande retrospectiva sobre a arte de Marcel Gotlib, agora que o grande desenhador francês atingiu os 80 anos. 200 pranchas sobre a história francesa, os contos de fadas e a literatura, tudo desconstruído com muito humor. De 12 de Março até 24 de Julho, no Musée d'Art et d' Histoire du Judaïsme, em Paris.

Quotidianos - 120

Amos Sewell - «Leaving grocery in rain». 
Il. para The Saturday Evening Post, 24 abr. 1954

A arte do retrato


É o único retrato equestre de Juan Carlos de Espanha, terminado recentemente pelo pintor catalão Augusto Ferrer-Dalmau e que apresenta o monarca na sua juventude em traje militar.

Onde me apetecia estar

Este fim de semana seria muito bem passado em Lyon, onde se realiza o 10º festival Quais du Polar. E são muitas as estrelas da literatura policial, thriller e afins que por lá vão passar : James Ellroy, Camilla Lackberg, R.J. Ellory, Deon Meyer e outros, entre estes um francês que me faz passar horas seguidas a lê-lo : Franck Thilliez.

O programa completo : www.quaisdupolar.com

Bom dia !

Bom pequeno-almoço - 28

Vamos! :)

Um quadro por dia



Oração da Manhã, 1996, óleo sobre tela, 200x200cm, do mestre realista chinês Chen Yifei ( 1946-2005 ) . Faz parte de uma série dedicada ao Tibete, e vai hoje à praça na Sotheby's de Hong Kong com uma base de licitação entre 2,3 e 3,3 milhões de euros.

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Boa noite!

Não é dos meus preferidos...


ENTRE DUAS CONVERSAS - RETRATO DE UMA MANHÃ CHUVOSA




Numa pausa para um café, numa esplanada abrigada da chuva e vento de uma pastelaria muito conhecida da Praça de Londres, fiquei entre duas mesas. À minha esquerda, com três senhoras habituées, uma das quais foi Secretária de Estado do Ministério da Educação num governo PS e só fez borradas, que perorava contra tudo e todos os que não fossem da sua "sensibilidade" política socialista perante o ar aquiescente das outras duas, e à minha direita outra mesa com três jovens, talvez professoras, que falavam de projectos musicais em que estavam empenhadas,convencidas de serem tão boas pelo menos como os "The Gift ", mas incompreendidas. O jornal acabou por ficar por ler e rapidamente enfrentei a chuva de molha tolos com uma energia antes insuspeitada.

Novidades


O segundo romance de Virgílio Castelo, lançado esta semana.

A arte do retrato


Os nove filhos da Rainha Vitória e do Príncipe Alberto. Não sei quem pintou estas miniaturas.

Pensamento ( s )



Somos sempre muito faladores com o insignificante e muito calados com o que nos assusta. Assusta-nos o íntimo das nossas vidas, por passarmos por todas as portas sem pensar que elas se fecham para sempre atrás de nós. Não podemos voltar para compor o inacabado ou as palavras soltas ou ao que faltou a experiência. A criança de seis anos que eu era andava sozinha pela avenida onde cresciam grandes tílias e só os pássaros se ouviam como guardas dos meus passos, teve o primeiro pressentimento extraordinário. Disse para mim : Estou num lugar, numa hora, numa vida que não me são desconhecidos "

- Escreveu Agustina Bessa-Luís aos 85 anos em O Livro de Agustina.

Humor pela manhã


Já verificaram os vossos registos de facturas? Dia 17 é o primeiro sorteio. Mais 45% de facturas registadas desde Janeiro por comparação com 2013...

Bom dia !

Porto: 17.ª Feira do Livro Novo e Antigo


Hoje e amanhã, das 10h00 às 19h00, nas Arcadas da Reitoria da Universidade do Porto.

Il était une fois l'Orient Express

O Institut du Monde Arabe, em Paris, acolhe, a partir de hoje e até 31 de agosto, uma exposição dedicada ao Expresso do Oriente, o lendário e luxuoso comboio que ligou Paris a Istambul, desde 1883 até 1977 . 
O bar-restaurante decorado por Lalique

A exposição oferece aos visitantes a possibilidade de embarcar no comboio original, que se encontra instalado frente ao IMA e percorrer as suas três carruagens para desfrutar da atmosfera desta lenda do transporte ferroviário, como o carro-salão, criado por René Lalique em 1920, ou o bar-restaurante Train Bleu, imortalizado por Agatha Christie no seu romance Crime no Expresso do Oriente. Nas carruagens encontram-se silhuetas de personagens da literatura e do cinema que ajudaram a construir a lenda do famoso comboio, como Sherlock Holmes, Poirot ou Sean Connery como James Bond no filme From Russia with Love
Dentro do IMA, 800 m² de exposição mostram-nos objetos e fotos, como casas de banho, pratos e talheres, malas de viagem, ementas, cartazes, As principais cidades da Europa e do Oriente estão presentes, através de diaporamas.
Pelas exposições que vi anteriormente no IMA, imagino o que será esta.

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Boa noite!

Querer muito... um livro

Lisboa: APCC, 2011

Estas duas páginas deviam estar lado a lado.
Estas duas páginas deviam estar lado a lado.
Tinha pensado em colocar este livro ontem, no Dia Internacional do Livro Infantil, mas não tive oportunidade. Mas todos os dias são bons para Querer muito.

Leituras no Metro - 152

Comecei a ler, mas já a tinha folheado.

Livraria Artes & Letras

A Livraria Artes & Letras, que estava no Largo Trindade Coelho, inaugura hoje, às 17h30, o seu novo espaço, na Av. Elias Garcia, 153-A, em Lisboa.
Felicidades!

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Os meus franceses - 325

Dia Internacional do Livro Infantil

Recebi esta oferta para a minha colecção. 
Geraldine McCaghrean, Stories from the Ballet, com ilustrações 
de Angela Barret. 
Editora: Orchard, London, sd.


Swan Lake

Boa tarde!

Onde me apetecia estar


Na minha querida Paris, para assistir a este musical de Stephen Sondheim e James Lapine, transposto da Broadway para o Châtelet e com personagens dos eternos contos de fadas. Até dia 12 de Abril, e para o ano há filme com Meryl Streep e Johnny Depp.

Citações


(...) O doutor Guillotin distinguiu-se no combate à raiva e à varíola, na defesa da higiene e salubridade, nos planos de saúde pública e na criação de hospitais e faculdades. E quis também tornar a morte mais " doce " e " equitativa ". Amigo de Benjamin Franklin e de Lavoisier, era um homem estudioso, tímido, moderado, cerimonioso, culto, leitor dos Enciclopedistas. Tentou ser um benemérito. Mas ficou associado a um invento macabro, que matou gente até 1977. As boas intenções são muitas vezes uma tragédia.

- Pedro Mexia, no Expresso do passado sábado.

Pensamento ( s )



Para os problemas de estilo, nada com a corrente; para os problemas de princípios, sê firme como um rochedo.

- Thomas Jefferson ( 1743-1826 )

Jacques Le Goff

O historiador Jacque Le Goff fez parte do meu crescimento. Hoje foi com tristeza que li a notícia da sua morte.

«O historiador francês que revolucionou a historiografia moderna e reabilitou a imagem da Idade Média europeia, mostrando-a como um período bastante mais dinâmico do que o humanismo renascentista quis fazer crer, morreu nesta terça-feira em Paris, aos 90 anos, noticiou o jornal Le Monde. 
Além de centenas de artigos, Jacques Le Goff tinha mais de 40 livros publicados, desde Os Intelectuais na Idade Média; Mercadores e Banqueiros na Idade Média, ambos de 1957 (as edições portuguesas são da Gradiva), até ao recente. À la recherche du temps sacré, Jacques de Voragine et la Légende Dorée, de 2011.»
 Ler mais no Público

Leituras no Metro - 151

É o que estou a acabar de ler.

Bom dia !

Humor pela manhã



Digam lá se não vos está a apetecer provar estes comprimidos...

terça-feira, 1 de abril de 2014

Os meus franceses - 324

A nossa vinheta

Abril, para dar razão ao ditado, começou com chuva. Pode ser que nas próximas semanas o sol regresse. E pode ser que depois do sol volte a chuva.

Citações



(...) Para avaliar a importância de Cavaco, basta imaginar o que teria acontecido se em Belém , nestes tempos conturbados, estivessem Mário Soares ou Jorge Sampaio, com a sua enorme ignorância económico-financeira.
A avaliar pelo que têm dito ( mais o primeiro do que o segundo, reconheça-se ), entrariam várias vezes em choque frontal com o Governo e eventualmente tê-lo-iam demitido ( inconstitucionalmente ) - arranjando um trinta e um que nos teria posto a fazer companhia à Grécia.
Se o Presidente fosse Soares ou Sampaio, hoje estaríamos mergulhados num conflito político de grandes dimensões, descredibilizados internacionalmente, sem ninguém para nos emprestar dinheiro e tendo de aceitar imposições da troika muito mais gravosas do que as que tivemos.
(...) Cavaco tem sido muito criticado, insultado, vilipendiado. Mas acreditem: a sua acção contribuiu para defender as poupanças e os rendimentos de muitos daqueles que os atacam.
Sem o saberem,tiveram em Cavaco Silva um  protector das suas economias.
Sem ele, teriam perdido 50% ou mais, como sucedeu com muitos gregos.

- José António Saraiva, no Sol da passada sexta-feira.


Costumo discordar mais do que concordar com o Arq.Saraiva, mas tenho de reconhecer que não deixa de ter alguma razão nesta sua defesa de Cavaco Silva.

Catarina Sobral

Foi a vencedora, com esta obra publicada pela Orfeu Negro, do Prémio Internacional de Ilustração concedido na Feira do Livro Infantil de Bolonha, o maior certame mundial do género.

Humor pela manhã


Bom dia !

1 de abril


No princípio ou no fim, Abril é ruim.

Um dia feliz!

Mal-me-queres, bem-me-queres

segunda-feira, 31 de março de 2014

Boa noite!

Onde me apetecia estar




Nérac, não porque seja um sumptuoso castelo, como tantos que ainda subsistem em terras francesas, mas porque associado a duas figuras históricas que me são queridas : Henrique, Rei de Navarra ( depois Henrique IV, Rei de França ) e a sua primeira mulher, a Rainha Margot. Já pouco existe do parque do castelo, fronteiro ao rio, mas ainda lá estão 3 fontes carregadas de histórias. Escolhi a mais romântica, a de Saint-Jean ou de Fleurette, associada à filha do jardineiro do castelo que seduzida pelo Vert Galant se atirou ao rio depois de perceber que tinha sido uma paixão de um dia. A placa lá está, lembrando que ela deu-lhe toda a sua vida, e ele deu-lhe apenas um dia...

( Sobre Nérac e a sua corte recomendo Histoire des D'Albret et des Rois de Navarre, de Michel Levasseur, 2006 )