Prosimetron

Prosimetron
Prosimetron: termo grego que designa a mistura de prosa e verso.

sábado, 1 de outubro de 2016

Boa noite!

Marcador magnético (verso e reverso) da Ópera Garnier de Paris.




Biografias e afins



O livro de que se fala, muito mais do que o arq. Saraiva, seu autor, pensaria . Processo judicial já há um, uma providência cautelar interposta por Fernanda Câncio , mas para mim o facto mais notável é estar para sair a 11ª edição ... Muito mais interessantes na minha opinião, mais do que os mexericos sobre quem dorme com quem e afins, são algumas revelações sobre os bastidores da política e sobre a nossa elite política ...

Um presente virtual


Oferecia ao JAD um Solarin , o telemóvel mais seguro do mundo , fabricado pelos israelitas da Sirin Labs com segurança de nível militar. É um smartphone com sistema operativo Android mas protegido de ataques cibernéticos graças à possibilidade de encriptar tudo ( chamadas de voz, mails e sms ) . É claro que este privilégio de falar completamente à vontade sai caro, custando cerca de 14 000 euros , mas clientes não faltam : executivos, celebridades e políticos ...

Um quadro por dia


Este A Good Read do realista britânico Ralph Hedley ( 1848-1913 ), célebre pelas suas cenas do quotidiano, foi especialmente a pensar no nosso JAD . Parabéns !

Humor pela manhã



É sabido, até pelas declarações de Medina, que a estratégia " todas ao mesmo tempo " foi um risco assumido. Se tudo correr bem, também estarão todas prontas em ano eleitoral ... Vamos ver se a paciência dos lisboetas e o bom tempo duram até lá ...

Dia Mundial da Música - 1 de Outubro





Uma peça de que gosto bastante , aqui a partir do manuscrito mais antigo que se conhece e em instrumentos de época . O mais perto possível da sonoridade original .

Bom dia !





A 1 de Outubro de 1957 era esta Honeycomb que dominava os tops de vendas de singles na América do Norte, e era também a mais passada na rádio .

Marcadores de livros - 475


No Dia Mundial da Música.

«A utopia é o sonho necessário, a realidade é o desafio permanente»


«A utopia é o sonho necessário, a realidade é o desafio permanente. Estou impregnado desta filosofia que Edgar Morin apelidou de filosofia da complexidade.»
Daniel Cohn-Bendit
(Entrevista a Le Monde, Paris, 12 set. 2015)

Esta citação tem estado à espera de um post do Jad sobre os 500 nos da publicação da Utopia, mas como nunca mais aparece...


Parabéns, Jad!

Parabéns, Jad
Um dia muito feliz!

"Velas" com um mês, caídas do céu, para brindar este dia.

E porque hoje é também Dia da Música:

Parabéns, Jad!

«Et je ne savais plus si je respirais de la musique ou si j'entendais des parfums».
Guy de Maupassant

Mais uma versão (espero eu que desconhecida do aniversariante) para a sua longa coleção.

Um dia feliz!

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Números



138 metros

A altura daquela que é desde 4 de Agosto a mais alta torre de observação do mundo . Fica na costa de Brighton, Inglaterra, elevando-se a 138 metros do solo . Um disco de vidro leva 200 passageiros de cada vez durante 30 minutos até ao sky bar que existe no topo .

Um quadro por dia


A " arte de rua " está perfeitamente normalizada e circula também pelos leilões e museus . Mais um exemplo é este Lush Dagger, 1990, Aerosol e laca sobre tela , 228x328cm, de Crash ( John Matos, 1961 ) , que foi vendido esta semana em Paris na leiloeira Cornette de Saint Cyr .

Bom dia !





O primeiro andamento dum belo trio de Beethoven .

Elegâncias - 133

Um sapatinho (retro?), na Little Moon (12 rue du Roi de Sicile).

Leituras no Metro - 252

Continuo a ler entusiasticamente a autobiografia de Keith Richards. O guitarrista nasceu em 1943 em plena II Guerra, tendo crescido no pós-Guerra. As pessoas falavam pouco sobre o assunto: «Em Inglaterra, imperava o nevoeiro: não apenas o físico, mas também um outro, um nevoeiro de palavras. As pessoas não manifestavam as suas emoções.» (p. 63). A mãe dele, Doris, ouvia muita música e sabia distinguir a boa e da má.
«A Doris era [...] uma pessoa muito musical, como o Gus [o avô]. No fim da guerra entre os três e os cinco anos, ouvi Ella Fitzgerald, Sarah Vaughan, Big Bill Broonzy, Louis Armstrong. E aquela música falava-me, todos os dias a ouvia porque era o que a minha mãe punha a tocar. [...] a Doris ensinou-me a passear os ouvidos pela zona negra da cidade, sem sequer se dar conta disso. Sabia lá eu de que cor era a pele dos músicos: bem podiam ser brancos, pretos ou verdes. Mas s tiveres um ouvido um nadinha musical, passado algum tempo começas a notar a diferença entre o Aint That a Shame do Pat Boone e o Aint That a Shame do Fats Domino. Não é que a versão do Pat Boone seja particularmente má [..] mas comparada com a naturalidade da do Fats, soa oca e produzida.»



Ouvindo estas duas versões, estou de acordo com Keith Richards.

«A Doris também gostava do que o Gus ouvia. Ele recomendava-lhe Stéphane Grappelli, o Quinteto do Hot Club do Django Reinhardt - ah! o maravilhoso swing daquela guitarra -, Bix Beiderbecke. Ela gostava de um bom swing. Mais tarde, adorou ouvir o grupo de Charlie Watts no Ronnie Scott's.»

 


Sábado correu um boato, segundo o qual Charlie Watts, o baterista dos Rolling Stones, tinha falecido. Watts é considerado um dos maiores bateristas do mundo e tem gravado discos a solo, na área do jazz. 

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Boa noite!




Shimon Peres: um lutador pela Paz


Prémio Nobel da Paz, 1994

«Os optimistas e os pessimistas morrem exatamente da mesma maneira, mas vivem vidas muito diferentes».

«É melhor ser controverso pelas razões certas do que popular pelas razões erradas».
Shimon Peres

London: Orion Books, 1995

Marcadores de livros - 474

 
Verso e reverso de um marcador.

Obrigada, Justa!


Marcadores de livros - 473


O meu amado Caravaggio nasceu em 29 de setembro de 1571.  Aqui ficam uns marcadores da exposição que esteve no Thyssen até dia 18.
Eu ia à espera de ver três ou quatro quadros dele e afinal... encheu-me a alma.

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Boa noite!

Desenho de figurino de uma bacante para o bailado Narcisse
Capa do programa dos Ballets russes, Théâtre du Châtelet, jun. 1911

Pintor e decorador, Léon Bakst foi o principal dos Ballets russes nas suas primeiras apresentações, para as quais ele desenhou cenografias e trajes, como Shéhérazade, Le Spectre de la rose, L’Après-midi d’un faune ou Daphnis et Chloé. A sua obra revolucionou também a moda e as artes decorativas. 
Por ocasião dos 150 anos do seu nascimento,  a Ópera Garnier e a BnF organizaram uma exposição que apresenta cerca de 130 obras do artista que pensava a sua obra como uma ação, uma expressão.  
A exposição permite seguir o itinerário de um artista nascido na Rússia que se tornou uma figura parisiense, de um pintor que influenciou Chagall e que foi amigo de Picasso. Um artista que trabalhou em diálogo com Claude Debussy, Maurice Ravel, Igor Stravinsky, Gabriele D'Annunzio, Vaslav Nijinski ou Ida Rubinstein. Um criador de modo que inspirou costureiros como Yves Saint Laurent e Karl Lagerfeld.
A exposição pode ser vista na Ópera Garnier (Paris) até 5 de março de 2017.


Aniversário Real

Em 28 de Setembro os penúltimos soberanos portugueses, D, Carlos e D. Amélia, nascidos em 1863 e 1865, comemoravam os seus aniversários. Da Rainha D. Amélia, em memória, um desenho do Paço de Sintra, do livro do Conde de Sabugosa,"O Paço de Cintra", de 1908.


Caixa do correio - 64

Aqui têm a «Puglia em todo o seu esplendor natural, banhada por dois mares muito agradáveis.» Diz quem lá esteve.
 

Casa das Limonadas

Na Rua Nova do Almada.

Nas montras de Paris - 23

Casa de chocolates Puyricard, instalda numa antiga mercearia, no n.º 6 rue du Pont Louis-Philippe.

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Buonasera!


Como se comunicam certezas em temas marcados pela própria incerteza científica?

Se tiver tempo, hei de espreitar este livro.


Um quadro por dia


Vale a pena visitar exposições , não só pelo prazer estético mas pela possibilidade de descobertas muito rentáveis como a que aconteceu há uns meses quando o dono do quadro supra ( 59x74cm ) o achou muito parecido com um patente na exposição do Louvre dedicada a Hubert Robert ( 1733-1808 ) , duas vezes maior e pertencente ao Getty Museum de Los Angeles . Feitas as perícias não há dúvida que se trata de um esboço de Démolition du Château de Meudon , pintado aquando da demolição do dito castelo entre 1803 e 1804 , depois do mesmo já ter sido incendiado em 1795 e vandalizado em 1789 ...

É vendido hoje, em Nantes, avaliado entre 40 000 e 60 000 euros .

Chocolate em francês

Os chocolates da Le chocolat des Français são deliciosos, mas também atraem muito pelas embalagens que apetece mesmo guardar . Uma das novidades apresenta um dos mais conhecidos franceses ...

lechocolatdesfrancais.fr

Lá fora - 271



 O Segundo Império Francês acabou muito mal ( com a Guerra Franco-Prussiana ... ) , mas foi um dos períodos mais prósperos da história moderna francesa e talvez por isso também a época escolhida pelo Museu d' Orsay para celebrar os seus 30 anos de vida . Pintura, escultura, joalharia, arquitectura demonstram todas as inovações dessas duas décadas , acompanhadas as mostras de muitos colóquios , conferências e ateliês para crianças .
Começa hoje , 27 de Setembro , e dura até 16 de Janeiro .

Spectaculaire Second Empire , 1852-1870  . musee-orsay.fr

Humor pela manhã


O comércio religioso sempre a inovar ...

In memoriam Marni Nixon





Só mais conhecida a partir de 1956, com as revelações de Deborah Kerr , a recentemente falecida Marni Nixon ( 1930-2016 ) foi a grande " voz fantasma " de Hollywood dobrando Kerr mas também Marylin Monroe, Nathalie Wood , Audrey Hepburn e outras estrelas desde 1948 .

Paris: pelos cais do Sena

Set. 2016

Bom dia!

Uma rockalhada de Bruce Springsteen do seu último disco, Chapter and Verse, que inclui cinco temas inéditos do início da sua carreira. O disco foi feito para acompanhar a leitura da autobiografia, Born to Run, que é hoje publicada mundialmente - em Portugal, pela Elsinore.
A seguir à leitura de Keith Richards, vou continuar no rock. Já perceberam que vão ter de me aturar.