Prosimetron

Prosimetron
Prosimetron: termo grego que designa a mistura de prosa e verso.

sábado, 17 de setembro de 2011

Os meus franceses - 167

Tão pouco

Mar, Medusa, Alicante


Espanha




Tão pouco

Disse tão pouco.
Dias curtos.

Dias curtos,
Noites curtas.
Anos curtos.

Disse tão pouco,
Não tive tempo.

O meu coração cansou-se
Do êxtase,
Do desespero,
Do zelo,
Da esperança.

A boca do Leviatã
Engolia-me.

Deitava-me nu junto ao mar
Nas ilhas desertas.

Arrastava-me para o pélago
A baleia branca do mundo.

E agora não sei
o que foi verdade.


Czeslaw Milosz in Onde o sol nasce e onde se põe, 1974.

Czeslaw Milosz e Wislawa Szymborska, Alguns gostam de poesia, Antologia, Lisboa:Cavalo de Ferro, 2004, p. 65 e 67 (ed. bilingue, selecção e tradução do polaco: Elzbieta Milewska e Sérgio das Neves)

O que se encontra nas arrumações...

Entrevista de Pacheco Pereira a Ferreira Fernandes e Maria Henrique Espada.
(Focus, Lisboa, 2002)

Cromos - 11

Antes que acabe o Verão.

Teatro D. Maria II

Às segundas-feiras, pelas 11h30, há visitas guiadas aos bastidores do teatro.

ONDE NÃO VOU ESTAR DE CERTEZA

No Clube Literário do Porto

Bom dia !



Um excerto da Sinfonia Veneziana de Antonio Salieri para começar o dia. Especialmente a pensar naqueles que ainda têm o Amadeus na cabeça.

Virtuosismo

A não perder


João Mattos e Silva já aqui recomendou esta peça e eu subscrevo na totalidade o post que ele fez. Um texto excelente, muito bem interpretado.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Holly Golightly / Eliza Doolittle

 Holly Golightly, personagem que Audrey Hepburn encarnou em Breakfast at Tiffany.
Aqui, como Eliza Doolittle, a vendedora de flores que fala cockney, transfigurada em  lady.

A exposição da Barbie termina amanhã.

Para Miss Tolstoi.

Ao final da tarde... - 2



... Karita Mattila que amanhã estará na Gulbenkian.

Os meus franceses - 166


Mouloudji faria hoje 89 anos e esta canção volta ao Prosimetron.

A escolha do vinho... por sexos

"As mulheres, por exemplo, escolhem o vinho pelo lado emocional. Já os homens escolhem-no pelo rótulo, pelo 'status', pela marca e pela região.

Teresa Gomes, escanção

Por ser uma palavra sem correspondência feminina, TG não gosta do nome que em Portugal dão à sua profissão. Prefere a designação de "wine communicator" ou mesmo "wine educator". E acrescenta: "Nós somos como os anjos... não temos sexo".
Bem visto!

Frutas - 63

Hoje as frutas estão no blogue como fonte de vitamina C. É que o logótipo do Google de hoje assinala o nascimento de Albert von Szent-Györgyi Nagyrápolt (Budapeste, 16 de Setembro de 1893- Woods Hole, 22 de Outubro de 1986) fisiologista húngaro, naturalizado norte-americano, que recebeu o Nobel de Fisiologia/Medicina em 1937, por ter descoberto e estudado a vitamina C,  e as componentes e reacções do cíclo ácido cítrico, nalguns países, hoje, conhecido como ciclo Györgyi-Krebs.

Lá fora - 121 : Dias de Wilde


 Dante Gabriel Rossetti, Bocca Baciata, 1859, óleo sobre tela, Museum of Fine Arts, Boston.
John William Waterhouse ( 1849-1917 ), Santa Cecília, 1895, óleo sobre tela, 123,2x200,7cm, col.part.

O Aesthetic Movement do final da Inglaterra vitoriana está agora exposto em Paris, depois de ter estado no Victoria&Albert de Londres e antes de seguir para São Francisco. São 250 obras, contando-se entre estas 40 telas ( para além dos pintores supra, também Burne-Jones, Whistler, Frederick Leighton e outros ), 30 desenhos, esculturas, móveis, jóias e trajes. Acho que esta vai para a agenda de vários prosimetronistas...

- Beauté, morale et volupté dans l'Angleterre de Oscar Wilde, de 13 de Setembro a 15 de Janeiro de 2012, Musée d'Orsay, Paris. O catálogo é da Skira-Flammarion.

Querem alugar um carro?

A arrumar postais encontreu este free card russo de aluguer de carros.
Quando visitei Moscovo há uns anos vi muitos carros destes com noivos, Alguns tinham umas alianças no tejadilho. Coisa fina!!!..

Frase da semana ( que passou )

Este povo, senhor ministro, produz coisas tão maravilhosas que não merece que o deixem a pão e água.

- Frase proferida por Mário Zambujal e dirigida a Miguel Relvas, na cerimónia de entrega dos troféus das 7 Maravilhas da Gastronomia Nacional.

Humor pela manhã... - 35

Desconheço o autor, mas está de parabéns. Descreve o estado actual da coisa, e ainda a procissão vai no adro com um "coro grego" a ouvir-se ao fundo...

Bom dia !



Tantas versões depois, esta ainda é a minha preferida e estes irmãos escreveram realmente canções imortais.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Boa noite!


James Taylor (1948-), um dos cantores que mais ouvi na minha juventude.

Ao final da tarde...



... a espantosa Rita Braga, de Lisboa para o mundo.

Lá fora - 120 : Prelúdio a Dickens 2012


2012 vai ser Ano Dickens, assinalando-se o bicentenário do nascimento do grande escritor, e no Castelo de Hardelot, em França ( país muito amado por Dickens ), está patente até 23 de Outubro a exposição Charles Dickens The Inimitable. Objectos pela primeira vez expostos em França, com recriação do ambiente de trabalho de Dickens, e simultaneamente uma programação de filmes e concertos, designadamente adaptações das obras do grande vitoriano.

Mais info aqui : www.chateau-hardelot.fr/

Citações - 187

(...) O senhor Sousa Cintra nunca foi dado a filantropias (...) o seu nome voltou agora à ribalta, depois de o Governo ter dado luz verde à sua fundação. Com património avaliado em 20 milhões de euros, a instituição inclui bens como a moradia de Cintra em Lisboa ( 1,8 milhões ), um prédio urbano ( 4,2 milhões ), sito em Sagres, e uma empresa turística ligada á caça. Segundo os jornais, Cintra vai poupar 20 mil euros/ano de IMI com a inclusão dos primeiros imóveis no acervo da fundação. O ministro que aprovou a nova instituição não desmente. O mesmo ministro que faz parte de um Governo que "vendeu", há dias, a ideia de se preparar para moralizar as 800 fundações públicas e de passar a pente fino e reavaliar as privadas existentes. O mesmo Governo que é implacável com o modesto contribuinte, mas que não tem vergonha de continuar a permitir este regabofe de benefícios e favores do Estado a quem pode e nunca deu quaisquer provas de o merecer. (...)

- Áurea Sampaio, na Visão desta semana.

PENSAMENTO(S) - 194


Jamais le poète n'est plus vivant que quand il est mort.

- Malcolm de Chazal ( 1902-1981 )

Bom dia !



Marie Myriam, que era para ter ouvido ao vivo no passado sábado, no 3º Eurovision Live Concert que este ano se realizou em Setúbal. A vencedora do Festival da Eurovisão de 1977 era a grande atracção.

Humor pela manhã... - 34


(...) Em política, a persuasão faz-se através da palavra. Cunhal era um grande orador, Soares era um grande orador, Sócrates tinha telepontos muito bons. O facto de Miguel Relvas ser incapaz de articular um sujeito com um predicado faz com que a sua proeminência na vida política seja razoavelmente misteriosa. Relvas é um ministro  e um puzzle: é um político que não se consegue fazer entender, mas os eleitores parecem entendê-lo, ou não lhe teriam dado tanto poder. Os discursos de Miguel Relvas são uma espécie de teste de Rorschach político: uma pessoa ouve-o e tenta perceber com que é que aquela amálgama de palavras se parece. (...)

- Ricardo Araújo Pereira, Folhas de Relvas, na Visão hoje posta à venda.

Boa noite!


Porque ontem, enquanto jantava na Baixa, uns músicos tocavam «All my loving» na rua.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Em português - 134 : Sérgio Godinho


Durante esta semana, é possível fazer o download gratuito do novo single O Acesso Bloqueado aqui : www.expresso.pt/singlegodinho

Auto-retrato(s) - 134

Richard Hamilton ( 1922-2011 ), Four Self Portraits - 05.3.81,1990, óleo e esmalte sobre cibachrome em suporte de tela, Tate Modern.

Porque este britânico, um dos pioneiros da Pop Art, faleceu ontem.

Moka Express Bialetti



Logotipo da marca Bialetti, da autoria de Alfonso Bialetti (1888–1970).
«A pequena personagem inscrita, com o dedo levantado, nas cafeiteiras Moka Express Bialetti está a encomendar um espresso. Foi apelidada "o homem dos bigodes" pelos italianos.»

Alfonso Bialetti na oficina da sua fábrica.

«O industrial Alfonso Bialetti, fundador da marca de utensílios de cozinha com o seu nome, lançou, em 1933, um dos ícones do design italiano: a Moka Express. Esta cafeteira em alumínio que se coloca directamente ao lume está ainda presente em (quase) todas as boas cozinhas italianas. Fácil de utilizar e barata, democratizou o consumo de café ao domicílio. A parte inferior, que se enche com água, serve de caldeira. é encimada por um filtro que contém o café. Qunado a água ferve, a mistura sobe e enche a parte superior: está feito! Desde há alguns anos as lojas Bialetti vendem também café; tão fino como o cacau, está à altura desta invenção lendária!»
Élodie Lepage - Florença: percursos. Alfragide: Asa; Lisboa: Público, 2011, p. 115. (Rotas e percursos; 4)

Penso que já toda a gente utilizou uma cafeteira expresso destas. A verdade é que já foram vendidas 200 milhões delas em todo o mundo.

E sabem quem é o neto de Bialetti? Alberto Alessi, que resolveu homenagear o avó com esta cafeteira


Alessi Moka, desenhada por Alessandro Mendini.

Alessi escreveu um belo texto sobre o seu avô que pode ser lido em:

Guias - 13

Lisboa: Bizâncio, 2011
€15,00

A Bizâncio começou a publicar os relatos de viagens de Michael Palin - que muitos conhecerão com um dos Monty Python -, com A Nova Europa que é um livro de descoberta de uma Europa pouco nossa conhecida, a Europa de Leste. Dos Alpes Julianos ao Mar Báltico, Palin percorre países de que mal se ouviu falar, todos com histórias trágicas e um futuro bem mais luminoso.
Desde que vi os programas de televisão que Palin fez destas viagens, que desejo ler este livro.
Aguardemos agora pela tradução de Michael Palin Around the world in 80 Days (1989), que, tal como o título indica, é uma reprise da viagem descrita no livro de Júlio Verne; Pole to Pole (1992), do Pólo Norte ao Pólo Sul; Full circle (1997), viagem por todos os países banhados pelo Oceano Pacífico; Michael Palin’s Hemmingway adventure (1999), visitando os locais por onde andou o escritor, nos Estados Unidos, Europa, África e Caraíbas; Sahara with Michael Palin (2002) e Himalaya with Michael Palin (2004).

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Do mais prosaico

A acompanhar o jantar de bacalhau assado com batatas a murro bebi Prova Régia bem fresquinho.
Apesar de ser colheita de 2010 o seu sabor é divinal!

Imagem surripiada da net.

Onde me apetecia ter estado

No sábado passado.

Com referência especial à belíssima versão do hino britânico, de Benjamin Britten.


Bernardo Buontalenti


«Bernardo Buontalenti [pseudónimo de Bernardo Delle Girandole] (1531-1608)  é um dos maiores artistas toscanos. Arquitecto, engenheiro e artífice, este protegido de Cosme I de Medicis sucedeu a Vasari nas obras do Museu dos Ofícios, concebeu a Grotta Grande do Jardim de Boboli e construiu a villa Pratolino (de que apenas subsiste a villa Demidoff), uma das villas mais belas dos Medicis. Mas os seus feitos não se esgotam aqui: cozinheiro nas horas vagas, este homem dos sete instrumentos terá inventado, por ocasião de um banquete oferecido pelos Medicis ao embaixador de Espanha. O assunto divide os historiadores de gastronomia, alguns dos quais vêem nesta história apenas uma lenda. O que não impede certos sorveteiros florentinos como Badiani (Viale dei Mille), ou o Caffè Perseo, de insistir nessa paternidade prestigiante.»
Élodie Lepage - Florença: percursos. Alfragide: Asa; Lisboa: Público, 2011, p. 113-114. (Rotas e percursos; 4)

E se assim for, está explicado por que os espanhóis são os maiores consumidores de gelados. :)

ONDE ME APETECIA ESTAR- 60

Não propriamente a esta hora, mas não tenho dúvidas que o recém-inaugurado Club Silencio, 142, rue de Montmartre, Paris, de David Lynch vai ser um dos sítios mais in da capital francesa nos próximos tempos. Com decoração do próprio realizador, é um bar mas também restaurante, livraria de arte e sala de espectáculos, não faltando claro uma sala de cinema. E como em qualquer clube, há quotas a pagar: 780 euros/ano ou 420/ano ( menores de 30 anos e não-residentes em França ).

Em português - 133



Querida Europa, para onde vais?

Novidades - 197

Um ensaio jurídico, mas que pode interessar mais pessoas do que os habituais destinatários dos livros jurídicos. É uma edição do Instituto Açoriano de Cultura, e corresponde à tese de mestrado defendida pelo autor em 2008.

Os Beatles em cromos

As arrumações - para mim - são boas para encontrar coisas que não sei onde estão. Foi o caso destes cromos que sabia que tinha - mas onde?
Já não me lembro quem os "dava". Viriam nalgum chocolate?
Esta colecção, de meados dos anos 60, não devia ter caderneta já que a colei em dez folhas, de que aqui apresento a primeira e a última. A colecção devia ser constituída por 40 cromos, de que me faltam alguns, como o 40.º

Um quadro por dia - 197

David James ( 1853-1904 ), The Morning Tide, 1898, óleo sobre tela, 63,5x127cm.
Esta visão das ondas da Cornualha, várias vezes pintadas por James, cujo gosto pelo mar o levou inclusive a ser marinheiro durante 14 anos, aparece aqui por dois motivos: - o tempo convida outra vez a aproximarmo-nos do mar e até a entrar nele, e a tela vai hoje à praça na Bonhams de Londres ( 34.000-57.000 euros ).

Citações - 187


(...) Alguém terá que fazer uma história paralela sobre o que seriam estes tempos sem o Viagra e se os velhos mirrassem na totalidade como antes, apenas confrontados com a ideia da morte e não com a certeza absoluta de uma função erétil em 30 minutos pós-toma. É toda uma diferença de estilo de vida. (...)

- Luís Pedro Nunes, escrevendo sobre as tropelias de Berlusconi e Strauss-Kahn no Expresso.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Boa noite!


David Honeyboy Edwards (1915-2011) faleceu no final de Agosto.

Clarice

Uma cine-novidade: a actriz Meryl Streep aceitou o convite do autor americano Benjamin Moser para interpretar Clarice Lispector no cinema. Obtive esta informação aqui.



Uma Aprendizagem ou o Livro dos Prazeres, fez parte das minhas leituras de férias. Clarice Lispector revela a densidade humana no seu lado mais belo e mais cru porque a razão cruza-se com os sonhos. A morte, a dor, o amor, a procura e o encontro estão recheados de uma lucidez esmagadora.


Capa do livro de Fernando Mateus sobre fragnento de Femmes au chien de Marie Laurencin (1924-25)


(...) - entrar no mar - comprar um maiô novo - fazer café - olhar os objectos - ouvir música - mãos dadas - irritação - ter razão - não ter razão e sucumbir ao outro que reivindica - ser perdoada da vaidade de viver - ser mulher - dignificar-se - rir do absurdo de minha condição - não ter escolha - ter escolha - adormecer - mas de amor de corpo não falarei.


Clarice Lispector, Uma Aprendizagem ou o Livro dos Prazeres, Lisboa: Relógio de Água, 1999, p.116.

João Mattos e Silva

O atraso de 24 horas não foi garantidamente devido à minha recente passagem por este local,
Mas fica aqui entregue, com um grande abraço, toda uma

esta localizada numa apropriadamente chamada Rúa das Casas Reais, na cidade do Senhor Santiago.
Parabéns!

Caixa do correio - 3

Este postal chegou de Moscovo.
É uma taça para ponche, da Fabergé (Moscovo, 1916): prata e esmalte pintado, com safiras e granadas. 
Pertence à col. Peter Hoft.

Novidades - 196

O Fado está realmente na moda, e a prova são os vários livros que vão saindo sobre a sua história. Aqui fica mais um, já à venda, da autoria de Samuel Lopes : Fado Portugal - 200 Anos de Fado.

Em português - 132 : Maíra Freitas



Maíra Freitas, a bela e talentosa filha do lendário Martinho da Vila.

PENSAMENTO(S) - 193

John William Waterhouse, O remorso de Nero, 1878, óleo sobre tela, col.part.


Ne jamais perdre de vue que la plèbe regretta Néron. C'est ce qu'on devrait se rappeler toutes les fois qu'on est tenté par quelque chimère que ce soit.

- E.M. Cioran, in Ébauches de vertige, Gallimard, 2008, p.54.

Sobre a tela: Pretendeu Waterhouse retratar o remorso de Nero após ter mandado assassinar sua mãe, Agripina A Jovem, sentimento este que está longe de obter o consenso entre os historiadores...

Vamo-nos refrescar - 10


A «Bottega del gelato chama forçosamente a atenção: é raro ver gelados em forma de chupa-chupas arrumados como uma colecção num velho ficheiro de biblioteca. Não se assuste com o colorido berrante de certos sabores; todos os gelados são excelentes.»
Élodie Lepage - Florença: percursos. Alfragide: Asa; Lisboa: Público, 2011, p. 113. (Rotas e percursos; 4)

Tenho estado a ler este guia e estou a  gostar. Amanhã há mais gelados.

E bibó Porto


Pois é. A Invicta é a outra cidade que não dorme. Graças à iniciativa pública e privada, a capital do norte está a mexer tornando-se naquilo que um centro de uma cidade deve ter: movimentos culturais, lojas inovadoras, hotelaria de topo, bons restaurantes, os melhores bares, planos de reabilitação urbana... A tudo isto junte-se os vinhos, as tripas, as francesinhas ou aquele sotaque que só o Porto tem para qualquer dia ser mesmo uma nação!

Queremos homenagear o Porto, por isso vai ser a vinheta da semana.

Humor pela manhã... - 33

domingo, 11 de setembro de 2011

Come to my garden

Para encerrar esta semana dedicada às flores, desejo-vos boa noite com duas canções da norte-americana Minnie Riperton (1947-1979).


Sequências...

Hoje não pude deixar de recordar que passam 10 anos do 11 de Setembro e do terror que se viveu em Manhattan, Nova Iorque. As torres gémeas do World Trade Center já não existem, em sequência física, mas existem no espírito de todos os americanos e de todos que lutam contra o terrorismo, o poder sem razão.


Dos escombros renasceu a vida, espalhou-se o pranto, memoriza-se o nome das vítimas em fitas brancas.
A água em cascata foi a escolha arquitectónica para louvar os que faleceram. Uma bela homenagem*.


Margaridas uma sequência caótica ou ao acaso para todos os que pereceram!

Fotografia daqui - A água em sequência cai para o vazio, o vazio criado pelos que partiram.




Toledo, sequência de luz para iluminar o Ground Zero, deste lado do oceano.





Muralhas do Castelo de Ávila, recordando que os nova-iorquinos não se puderam defender.



A força energética a que apelidei árvores de energia simbolizam a força que os parentes das vítimas necessitam. Fotografia tirada a caminho de Alicante.

*(Fotografia e texto actualizado às 21:05)