Prosimetron

Prosimetron
Prosimetron: termo grego que designa a mistura de prosa e verso.

sábado, 29 de junho de 2013

Boa noite!

Que calor!

Hoje só mesmo dentro do frigorífico. :)


Sobre tortas

Torta de Viana do Castelo.
Foto Joel Arezes, C. M. Viana do Castelo

Auto-retrato(s) - 180

Alberto Garcia-Alix, Autorretrato. Mi lado femenino, fotografia, 2002.

Grande fotógrafo espanhol, cujas obras podemos apreciar por estes dias no Museu da Electricidade.

Lá fora - 161


Depois de Paris ( Centro Pompidou ), a retrospectiva de Salvador Dalí instalou-se em Madrid, no Reina Sofia, onde ficará até dia 2 de Setembro. Muitas obras-primas e até 30 telas que nunca antes estiveram em Espanha.

www.museoreinasofia.es

Biografias e afins


A vida agitada de Gilbert du Motier, mais conhecido pelo seu título de marquês : La Fayette. Da infância num castelo de Auvergne ao fim da sua vida política como um dos artífices da Monarquia de Julho, passando claro está pela aventura da independência dos Estados Unidos e dos dias conturbados do Verão de 1789...

La Fayette. Rêver la gloire, Laurence Chatel de Brancion e Patrick Villiers. Ed. Monelle Hayot, 344p, €45.

Bom dia !



A voz tão característica de Asaf Avidan.

Humor pela manhã


sexta-feira, 28 de junho de 2013

Boa noite!

Uma canção para o fim da tarde





Citações



(...) Sejamos claros, em democracia, as alternativas de Governo são sempre possíveis, e mesmo desejáveis, quando os governos são maus. No actual contexto, a alternância até pode ser precipitada por uma crise política da coligação, tal é a confusão. Mas não nos iludamos, a única alternativa estratégica para o futuro do país que se vislumbra, pelo menos neste momento da crise europeia, é a saída do euro.
Perante as dificuldades da economia e o brutal aumento do desemprego, é natural que o número dos que vão insinuando ou defendendo abertamente essa opção, vá aumentando. A frustração de muitas expectativas relativamente ao projecto europeu e a desorientação que por aí vai, terão consequências políticas. Mas a saída do euro comprometeria o trabalho de trinta anos de estabilidade estratégica em torno da integração europeia e arrastaria o país para a desordem de um novo processo revolucionário.
Podemos ter outro destino fora da Europa?

- Luís Amado, na VISÃO desta semana.

É impressão minha ou é mais um analista que dá uma no cravo e outra na ferradura?

Uma beleza da canção italiana



A saga continua...


José Luís Peixoto, José Eduardo Agualusa, Mário Zambujal, José Rentes de Carvalho, Gonçalo M. Tavares e Clara Ferreira Alves vão dar continuidade ao romance de Eça de Queiróz, “Os Maias”, numa iniciativa do semanário Expresso. A cada um destes autores foi destinado um período de tempo histórico para continuar a história desta família a partir de 1888, ano em que o livro foi publicado, até 1973, ano em que foi fundado o Expresso. Com a edição de 3 de agosto do semanário é publicado o primeiro fascículo de “Os Maias”.

Receitas


Cá está um dos meus bolos favoritos. Não estivessem estas temperaturas juro que ia para a cozinha tratar de satisfazer a gula. Mas primeiro metia mãos à obra. De qualquer modo, deixo aqui a receita para quem gostar e quiser experimentar.

Bolo de caramelo
250 gr de açúcar mascavado (150 g para a massa + 100 g para caramelizar)
200 ml de natas
100 gr de manteiga amolecida
150 gr de farinha com fermento
1 colher de chá de fermento
3 ovos
Uma pitada de sal
½ vagem de baunilha ou essência

Para a cobertura
100 gr de açúcar mascavado
200 ml de natas 

Preparação
Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Untar com manteiga e polvilhar ligeiramente de farinha uma forma sem buraco.
Abrir a vagem de baunilha, longitudinalmente, e raspar as sementes com uma faca, ou usar a essência.
Pôr os 100 g de açúcar num tacho, em lume brando, até que derreta completamente.
Verter as natas aos poucos, mexendo bem até que fique um creme homogéneo. Reservar.
Numa batedeira, bater a manteiga com o açúcar até que fique clara e cremosa.
Juntar as gemas, uma a uma, batendo bem.
Adicionar o caramelo e as sementes ou essência de baunilha, enquanto bate.
Juntar a farinha peneirada com o fermento e bater apenas até ligar todos os ingredientes.
Bater as claras em castelo com uma pitada de sal e incorporar na massa sem bater.
Colocar a massa na forma e cozer durante 30/40 minutos ou até o palito sair seco.
Retirar do forno e deixar arrefecer cerca de 10 minutos antes de desenformar.

Depois de desenformado, verter a cobertura sobre o bolo. 

Para alimentar os ursos

http://youtu.be/SwixzLxSmJU

Ursos, salmão... emel. Não, isto não é uma cadeia alimentar. Vale a pena ver o vídeo para perceber o que é então. Está fabuloso.

Uma história de família


Nova Iorque, 1968. Dois irmãos reencontram-se no sótão da casa onde outrora viveram e que agora vai ser demolida. Dezasseis anos depois da morte do pai, e também com 16 anos de afastamento, a demolição força os irmãos Vítor (Marco Delgado) e Walter (António Fonseca) ao reencontro. É nesta altura que as questões mais práticas e corriqueiras da vida se transformam no grande e o único passaporte para algo de maior. Explicamos: o destino que terá de ser dado ao recheio do velho sótão, esse cemitério de recordações físicas, não só volta a pôr frente a frente os dois irmãos como faz com que o passado ganhe vida.
(...) Ao longo de toda a peça, o preço que se procura não é só o preço dos bens herdados. A expressão vai-se abrindo a outras dimensões tornando-se um crescendo de significados. Até que os objectos e as personagens trocam de propriedades: são os móveis velhos que ali despertam a consciência do preço que a história dos dois irmãos e respectivas consequências tiveram nas suas vidas.


De autoria de Arthur Miller, “O Preço” estreia amanhã no Teatro Aberto. 
Em cena até 28 de julho 4ª a sáb. às 12h30 e dom. às 16h

Tipografia Elvense

Tipografia Elvense encerrada. Rua dos Chilões, 37, Elvas.

A máquina está na Biblioteca Municipal de Elvas.
Capas de duas obras impressas na Tip. Elvense.

Mais um mini-livro


Ricamente ilustrado este Potions Book / Livro de Poções, recentemente à venda na Feira de Livros Antigos de Londres. Tão portátil que está sempre à mão de semear de qualquer bruxa ou bruxo, é preciso é ver bem :).

Um quadro por dia


Jan van Eyck, A Virgem e o Menino com Santa Bárbara, Santa Isabel da Hungria e um doador ( Jan de Vos ), Frick Collection, Nova Iorque.

Aparece aqui por uma razão muito prática : está em Lisboa, emprestado ao Museu Nacional de Arte Antiga no âmbito de um programa de intercâmbio, até Setembro.

J.P. : já abriu o núcleo de São Roque :)

Pensamento ( s )



Com sorte, se atravessa o mundo, sem sorte não se atravessa a rua.

- Nelson Rodrigues

Bom dia !



Que vai ser mais um dia a destilar...

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Cinenovidades



Estreou hoje em Portugal, no ano em que a personagem faz 75 anos, a nova versão cinematográfica do Super-Homem. O protagonista é o actor britânico Henry Cavill, que contracena com Kevin Costner e Russell Crowe.

Novidades


A nova obra de Clara Macedo Cabral, amiga de vários prosimetronistas, que é apresentada amanhã, às 18h, no Lisbon Story Center.

Vermeer e a música: a arte do amor e do ócio - 2

O catálogo: £9,99
Vermeer - A young woman standing at a Virginal, ca 1670-1672
Londres, The National Gallery
Vermeer - The guitar player, ca 1672
English Heritage
Música de Gaspar Sanz Rujero (1640-1710)

Biografias e afins

Uma ideia muito engraçada esta de reunir 20 octogenários franceses que ainda " mexem ". De Gisèle Casadesus, que aos 98 anos ainda anda na sua bicicleta, a Charles Aznavour, que aos 88 anos ainda se mantém activo nos palcos e fora deles, passando por  Michèle Morgan, antiga diva do cinema francês que aos 93 não prescinde do seu copo de vinho ao jantar...

A nossa vinheta


Um quadro por dia


Antes que Junho acabe, aqui fica a tela que foi a peça do mês no Museu da Assembleia da República.

Números


8,5

Milhões de euros foi quanto custou ao Emir do Qatar esta ilha de Oxia, no mar Jónico, uma das seis ( ! ) compradas pelo potentado árabe à aflita República Grega.
Quanto valerão as Selvagens ou as Desertas? ...

A maior praça da Europa

A Piazza Vittorio Veneto, em Turim, junto ao Pó, é a maior praça da Europa.

Estátua equestre de D. José em obras

A estátua de Dom José está em restauro. À volta foram colocados uns painéis com a história da estátua, seu fabrico e transporte. Uma boa ideia.
Só um reparo: a Praça do Comércio não é a maior da Europa, como se diz no tapume.

Humor pela manhã ...



O cartoon do sérvio Miro Stefanovic que ganhou o Grande Prémio do Porto Cartoon 2013.