Prosimetron

Prosimetron
Prosimetron: termo grego que designa a mistura de prosa e verso.

sábado, 9 de maio de 2015

Os meus franceses - 392

No seguimento de um concerto que estas três glórias da música francesa realizaram há meses, em Paris, foi publicado na em novembro passado este triplo cd. Devo dizer que destes três, gosto mesmo, mesmo, de Jacques Dutronc.

Humor pela manhã


Dá vontade de rir, mas a verdade é que esta " vidente " com as consultas e com os livros ...

Bom dia !





Não sei se a bela Michèle Mercier já foi  " recenseada " pela nossa M.R. , mas é sempre agradável ouvi-la.

Quotidianos - 135

 
Capa de revista, anos 1950.

Le Marché des fleurs

Victor Gabriel Gilbert
Este quadro esteve à venda na Christie's em 2008

Pessoa em Itália

Mariano Deidda celebra Fernando Pessoa nas comemorações do centenário da Revista Orpheu. Hoje, às 17h30, no São Luiz. 



"Tenho uma bela notícia para Portugal. Vai ser dado o nome de Fernando Pessoa a um jardim infantil, em Itália, em Chivasso [município da região do Piemonte, província de Turim], e a inauguração, assim quis o destino, será a 19 de Junho, dia do meu aniversário [Mariano nasceu em 1961]." Estará uma delegação portuguesa na cerimónia. "As crianças são o futuro. E eu pensei: que maravilha! Em Itália, uma criança que diz à mãe: leva-me ao jardim Pessoa, para brincar. Depois de tantos anos dedicados a Fernando Pessoa, é para mim uma grande alegria saber que em Itália há um jardim infantil com o seu nome."
Mariano Deidda

Nuno Pacheco no Público

Alegoria ao amor

Oito de Maio (1945) foi uma data feliz, a 2ª Guerra Mundial terminou e delineou-se o mundo do pós-guerra tentando não cair nos mesmos erros do pós Grande Guerra. 

Uma tela que apela ao amor de Hans Memling, Jovem com uma flor rosa,
alegoria ao amor, c. 1485–90, Metropolitan Museum of Art
(via Pinterest)

Allegorical painting of love attributed to Hans Memling, c.1485–90 via Met Museum

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Os meus franceses - 391

Paris: Gallimard, 1997

A reler este livro e a ouvir Mouloudji...

It's VE-day!

Mais umas imagens de 8 de Maio de 1945 que nos mostram a alegria vivida nessa dia em Paris, St. Nazaire, Ferrara e Oslo ...




....

Lisboa careca


No início do séc. XX, procedeu-se ao corte de centenas de árvores nos jardins da capital com os  jornais da época a afirmarem que "Lisboa estava careca". Esta foto foi tirada na Av. da Liberdade.

Primavera de 1945 - 8 de Maio


A entrada em vigor da capitulação incondicional da Alemanha a 8 de Maio de 1945 pôs fim à Segunda Guerra Mundial na Europa. Terminava assim o regime nazi e o capítulo mais tenebroso da História Alemã.
Durante seis anos, 70 milhões de pessoas terão perdido a vida: na União Soviética foram 27 milhões, e a Polónia perdeu 17% da sua população. Seis milhões de judeus morreram em campos de extermínio.
Nesse dia, a 8 de Maio de 1945, festejava-se este acontecimento tão desejado em cidades como Londres ou Paris. 
It´s VE-day!  


Winston Churchill assinalando inconfundivelmente a vitória preenche por isso a nossa vinheta.



Leituras no Metro - 211

Trad. de Sandra Silva.
Lisboa: Quetzal, 2015
€13,30

Inicialmente escrita para integrar a recolha de A Mulher Destruída, Simone de Beauvoir acabou por não integrar esta novela nesse livro.

Gostei bastante deste Mal-entendido em Moscovo que trata a crise vivida por um casal de meia-idade numa viagem à União Soviética: um mal-entendido sentimental que traz ao de cima ressentimentos acumulados, ao longo dos anos, por ambos os membros do casal.

Paris: Gallimard, 1972. (Folio; 76)

Entretanto, resolvi reler La femme rompue, precedido de «L'âge de discrétion» (o conto que substituiu «Malentendu à Moscou») e de «Monologue».
Em «L’âge de discrétion», a personagem principal é uma intelectual sexagenária (novamente sexagenária!). Inicialmente segura, ela perde a confiança com uma sequência de problemas familiares e profissionais. Também a crise da idade perpassa nesta narrativa. 

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Boa noite!

Go Ed !



Eduardo Gonçalves, nascido em Inglaterra há 47 anos,  e com a possibilidade de ser o primeiro deputado luso-descendente no parlamento britânico já que é o  candidato dos Liberais-Democratas pelo círculo de Rugby .

Cartas


Não de amor, mas de jogar :) . Uma parte da minha colecção .

Lá fora - 223

 - Batalha naval no Golfo de Nápoles , de Pieter Brueghel o Velho ( Gal. Doria Pamphili ), saído de Itália pela primeira vez .



Os pintores flamengos foram também mestres na pintura marítima , como estas 80 obras dos séculos XVI  e XVII  agora expostas no Museu de Cassel provam .

La Flandre et la mer , de Pieter l' Ancien à Jan Brueghel de Velours, até 12 de Julho, no Musée de Flandre, em Cassel . Mais info : www.museedeflandre.lenord.fr

Grande Guerra - 27

Postal da Companhia do Lusitania, navio inglês, afundado pelos alemães há 100 anos.
Imagens da Ilustração Portuguesa, 1915

Onde me apetecia estar





Uns dias em Folegandros , a mais pequena das Cíclades, com o encanto acrescido de ser pouco frequentada.

O Rio de Janeiro na Biblioteca Nacional



A partir de hoje e até 30 de Junho .

Um quadro por dia


Nascido em Teerão em 1976, Ali Banisadr formou-se pela New York Academy of Art em 2007, país onde a família se refugiou desde meados dos anos 80.
Este The Shrine é um óleo sobre painel de 2011, e foi vendido na Sotheby's de Doha no mês passado.

Números


299

O número de praias com bandeira azul este ano, um recorde absoluto !

Humor pela manhã



Espero que o sr.Merisvaldo corte melhor o cabelo do que escreve :)

Bom dia !

Lírios

Os meus lírios duraram pouco tempo por causa da chuva.





É indispensável trabalhar, pois um mundo de criaturas passivas seria também triste e sem beleza. Mas precisamos dar um sentido humano às nossas construções. E quando o amor ao dinheiro, ao sucesso, nos estiver deixando cegos, saibamos fazer pausas para olhar os lírios do campo e as aves do Céu.

Erico Veríssimo, Olhai os Lírios dos Campos. Lisboa: Círculo dos Leitores, 1973, p. 155.

terça-feira, 5 de maio de 2015

Os meus franceses - 390

Foi ontem posto à venda este novo disco de Charles Aznavour.

Para APS.

Nas livrarias do Porto


O país que temos

Por onde anda a ética e a moral? [Sublinhado meu]

«Código de conduta proíbe funcionários judiciais de falarem alto, de conversarem com jornalistas e apela à denúncia dos infratores

Biografias e afins


Chega amanhã às livrarias esta biografia de Rui Rio, ex-presidente da CM do Porto e candidato putativo a Presidente da República / Primeiro Ministro ... Escrita por um amigo e psiquiatra , e com prefácio de Eugénio Lisboa .

Lá fora - 222





Roberto Longhi ( 1890-1970 ) foi um dos mais importantes historiadores de arte do século passado, recuperando pintores que estavam esquecidos e hoje nos parecem óbvios : Giotto, Masaccio ou Piero della Francesca. Foi também um dos maiores divulgadores de Caravaggio, sobre quem escreveu estudos essenciais.

Esta exposição no Jacquemart-André conta com  telas da própria Fundação Roberto Longhi , mas também com várias de importantes museus europeus .



Até 20 de Julho . www.musee-jacquemart-andre.com

Na Biblioteca Nacional


Primavera outrabandista



A renovação das flores e dos frutos . E estes meus morangos são deliciosos .

Humor pela manhã



Bom dia !





Tenho andado a ouvir o meu muito amado Rameau .

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Boa noite!

Há dias, na mostra que se encontra na BNP sobre Tolstoi, vi uma fotografia de Maya Plisetskaya a dançar Anna Karenina. Desconhecia este bailado com música de Rodion Shchedrin, marido de Plisetskaya.

Música à hora de almoço: O inventor do piano

Retrato de Bartlomeo Cristofori. Gravura de 1726, perdida na II Guerra Mundial

O Google alerta hoje para Bartlomeo Cristofori, o inventor do piano.
Conhecem-se ainda hoje quatro pianos construídos por ele, como este, construído em 1722 e que se encontra no Museo Nazionale degli Strumenti Musicali, em Roma.


Sonata in Fá menor, K.9, de Domenico Scarlatti, tocada no piano de Bartlomeo Cristofori, existente no Met Museum.

domingo, 3 de maio de 2015

Boa noite!


Pavlova com morangos

http://pecadodagula.blogspot.pt/2009/05/pavlova-de-morangos.html

Já estou a salivar... :)

Quase... à hora de jantar

Com este manual, vamos lá a ver se a mesa fica bem posta. :)

Homenagem a Maya Plisetskaya

Morreu a diva do ballet clássico do século XX
Ontem faleceu Maya Plisetskaya.

«Maya Plisetskaya nasceu em Moscovo em 1925 no seio de uma família com ligações às artes, em particular à dança, que começou a praticar aos três anos. Aos nove anos ingressou no Bolshoi Ballet School e aos 18 anos foi eleita primeira bailarina daquele teatro.»
JN