Prosimetron

Prosimetron

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Marcadores de livros - 453



Podiam responder, aqui ou nos vossos blogues, à pergunta do marcador da Casa del Libro, uma das minhas livrarias preferidas. Uns quantos andares para nos perdermos...

11 comentários:

APS disse...

Pois aí vai:
"Amor em Amesterdão" (Vampiro nº 578), de Nicolas Freeling, e "A América dia a dia", de Simone de Beauvoir (Arcádia); mai-los marginais L'Obs e TLS, últimos saídos.
Bom dia!

Isabel disse...

Eu estou a ler "O Japão é um lugar estranho" de Peter Carey. Sou capaz de depois colocar alguma coisa no blogue.
Bom dia:)

Jad disse...

Em horas diferentes, as leituras de ontem e hoje
- La utilidade de lo inútil: Manifesto, de Nuccio Ordine, Barcelona, 2013;
- Retrato de uma espia, de Daniel Silva, Lisboa, 2015;
- art de l'enluminure, n.º57 juin/août 2016

Depois uns quantos para os trabalhos, mas esses são leituras profissionais, que se vão relendo e consultando, pontualmente.

MR disse...

APS,
A América dia a dia é muito interessante. É sobre a viagem que ela fez com o Algreen, não é?

Isabel,
Não conheço Peter Carey, mas o título do livro não me parece mal. O Japão é um lugar estranho para mim que não o conheço. E não tenho muito interesse nisso.

Jad,
Estou à espera desse Daniel Silva para o ler. A Art de l'enluminure passeou-se comigo no Metro.

Amanhã darei notícias sobre as minhas leituras.

APS disse...

De início, estranhei o deslumbramento um pouco "pacóvio" de Simone pela América, muito parecido com o de Ilse Losa, em "Ida e volta - à procura de Babbitt". Depois, começa a ter uma visão mais realista e crítica: racismo (estamos em 49...), apoliticismo de grande parte dos artistas americanos, desigualdades flagrante entre muito ricos e muito pobres, etc.
Eu creio que Nelson Algren nem sempre a acompanha, em Chicago sim. Mas ainda não cheguei a meio do livro. Estou a gostar.

maria franco disse...

Pois eu, com alguma vergonha estou a ler cada vez menos.
Mas atraída por um texto de João de Araújo Correia, fiquei
com vontade de ler alguma coisa deste escritor. Como tenho o
livro "Contos Bárbaros", vou lê-lo. A escrita é muito peculiar,
pela rudeza das palavras ligadas à vida das gentes do Douro.
"Les dossiers de l´agence O" de Simenon foi a minha última
aquisição. Mas o computador, a música, e Lisboa... enfim dá para entender!
Boa tarde.

Mª Luisa disse...

Eu venho de ler Herejes de Leonardo Padura e vou começar El Jilguero de Donna Tartt.
Agora mesmo estou a ler um desses que não precisam de muita " concentração" Tres Noches...Mas tenho lido muito mais do que agora.

Boa noite!

Luisa

Jad disse...

Interessante: tudo leituras muito diversificadas.

MR disse...

APS,
Li o livro há muito tempo, mas gostei. Dizem que Chicago é uma cidade deslumbrante.

Maria Franco,
Faz muito bem em ler J. de A.C. Gostei muito do que li dele.
Esse livro do Simenon acho que não li.

Luisa,
De Padura só li Adeus, Hemingway e Morte em Havanagostei. No outro dia estive para comprar O romance da minha vida. Está muito traduzido em Portugal e Hereges também. Gostaste?
Donna Tartt, não conheço.
Eu também já li mais. Então nas férias grandes...

Jad,
Já acabaste o Daniel Silva? :-))

Bom dia a todos.



Mª Luisa disse...

Olá Manuela.
Sim. Gostei do livro de Padura, mas é muito...extenso.
De Donna Tartt eu li o primeiro ( Tem tres) : El Secreto e gostei. O segundo não li.
Este acho que estará bem, mas também tem mais de mil páginas.
É uma escritora estadounidense que escreve bem ( Eu gostei) mas edita pouco.
Abraço

Luisa

MR disse...

Hei de ver se há algo dela numa livraria para eu folhear.
Abraço.