Prosimetron

Prosimetron

terça-feira, 8 de junho de 2010

Livros? ...para quê?

Livros? ... Para quê? É com estas duas questões que mostro a minha perplexidade quanto a um artigo que li no blogue "Ler" e no Telegraph. Nathan Dunne foi o criador desta ideia: livros em vinil. Faz-me muita confusão um livro que não se pode manusear, folhear e cheirar.
Em CD já é mau em vinil julgo que será ainda pior.

3 comentários:

MR disse...

Não li esse artigo, mas os livros "lidos" têm o seu público: destinam-se, preferencialmente, a cegos e a pessoas que jã não conseguem ler.

ana disse...

Não me lembrei desse público por quem tenho respeito.

O artigo foca como é estranho a utilizaçao do vinil quando há o suporte digital e os mp3... que têm mais possibilidades que o vinil.

MR disse...

:)