Prosimetron

Prosimetron

domingo, 2 de julho de 2017

Leituras no Metro - 279


Escritores, pintores, músicos, atores, cantores, toda a classe de artistas frequentam os cafés de Montparnasse - La Coupole, Le Dôme, La Closerie des Lilas, La Rotonde -, a sua vida e a boémia. Este universo perdura hoje nas obras que aqui foram criadas ou tiveram origem.
Montparnasse foi ao longo do século XX o mais parisiense dos boulevards
Já li outros livros de Jean-Paul Caracalla, um amante e estudioso de Paris, de que gostei mais.

La Coupole
Le Dôme
La Closerie des Lilas

«André Warnod donne une bonne d´finition du café; il note dans ses souvenirs: "Le Dôme offrait l'expression la plus brutal de Montparnasse avant que La Coupole n'ouvrit ses portes. C'était à la fois la maison commune, la place publique, l'auberge, le forum, l'hôtel des ventes, le ghetto, la cour des mircales. [...] Tout cela grouillait, papotait, jacassait dans le bruit des soucoupes et des cuillers, le choc des verres sur la table, des appels aux garçons, le brouhaha de mille conversations [...]. Le café était un refuge, un quai d'embarquement, la stationde chemin de fer où on attend un train qui n'arrivera jamais."» (p. 69-70)


8 comentários:

maria franco disse...

Tive curiosidade em saber quem foi J.P.Caracalla e
descobri um video que me agradou. Pareceu-me ter
tido uma vida bem interessante. Morreu com 95 anos.
São tantas as apetências para leitura, que é difícil
saber o que escolher. Mas fiquei com vontade de conhecer
este personagem que deve ter deixado muitas memórias
preciosas. Boa noite.

MR disse...

Vou ver se encontro esse vídeo e talvez o venha a postar. obrigada pela dica.
Gostei de ler este livro, mas gostei mais de Les exilés de Montparnasse.
Boa noite!

maria franco disse...

https://youtu.be/tSsZh1hZxx4
Este foi o video que vi.
Boa noite.

MR disse...

Obrigada. Vou vê-lo esta noite.

MR disse...

Esta manhã acabei por acrescentar um vídeo.

Mª Luisa disse...

Ao ver este post, veio-me á cabeça um outro que li há muitos anos...Devia de ser El París de Misia ...ou coisa semelhante. Lá estava a Misia Sert e toda uma pléyade de personagens famosas.
Possívelmente não semelhe a este, mas lembroumo e não o acho na biblioteca...Estará sepultado por outros, mas agora tenho de achalo...Aingsss.
Obrigada por me fazer trabalhar a memória.
Um abraço

Mª Luisa disse...

É El París de Kiki...Não sei que " revoltijo" fize...
Abraço

MR disse...

Obrigada pela informação. Ando há anos para ler as memórias da Kiki de Montparnasse.
Unha aperta.