Prosimetron

Prosimetron

terça-feira, 25 de julho de 2017

Festival de Salzburgo 2017

Ainda durante a Primeira Guerra Mundial, nasce a ideia de dar à luz um festival na cidade barroca de Salzburgo, longe da azáfama das metrópoles europeias. O realizador Max Reinhardt que iniciara a sua carreira de actor no Stadttheater de Salzburgo, submete um memorando às autoridades competentes em Viena em 1917. O escritor e poeta Hugo von Hofmannsthal publica, por sua vez, uma proposta a delinear o conceito deste festival em 1919. Apoiam este projecto também o compositor Richard Strauss, o maestro e director da Ópera de Viena Franz Schalk e o encenador Alfred Roller. Este “quinteto” consegue, contra todas as resistências, levar a cabo a realização da primeira edição: a 22 de Agosto de 1920, é representada a peça Jedermann de Hugo von Hofmannsthal na encenação de Max Reinhardt, ao ar livre na praça da catedral. 

A história em torno de um homem rico que pensa poder comprar tudo com a sua fortuna, até se confrontar com a morte, integra, sem interrupção, todas as edições do festival desde 1920 (à excepção das edições entre 1938 e 1944).
E precisamente com a exibição desta peça no passado dia 21 de Julho, arrancou a edição do Festival de Salzburgo de 2017. Até 30 de Agosto, os espectadores poderão escolher entre ópera, teatro e concertos sinfónicos. 


O elenco de artistas é infindável, contando, entre outros, com Cecilia Bartoli, Plácido Domingo, Joseph Calleja, Juan Diego Flórez, Rolando Villazón, Theodor Currentzis e John Eliot Gardiner.


Imagens: Tobias Moretti, Stefanie Reinsperger e Hanno Koffler, actores nos papéis principais de Jedermann este ano 

2 comentários:

maria franco disse...

O elenco é fabuloso. Como seria bom, ter menos
não sei quantos anos, ser rica, e poder estar
num hotel 5 estrelas em Salzburgo, e consultar
a programação na internet, e escolher o que
mais gostasse de ver ou ouvir. Fico-me pelo
youtube e vou ouvir Villazon, por exemplo.
Boa noite.

Filipe Vieira Nicolau disse...

Alinho nesse seus sonho, Maria!