Prosimetron

Prosimetron

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Caçarola de arroz, batatas e mexilhões

«- Esta noite, o Hans fez uma caçarola de arroz, batatas e mexilhões. Queres provar? [...]
«A caçarola de arroz, batatas e mexilhões é um prato semelhante à paella valenciana, embora qualquer natural de Bari diga que é muito melhor. Pepara-se sobrepondo numa caçarola camadas de arroz, mexilhões, batatas, curgetes, tomates frescos aos pedaços, condimentados com azeite, pimenta, cebola e salsa picada. Acrescenta-se depois a água com que se lavaram os mexilhões, vai ao forno cerca de 50 minutos e o resultado não é garantido, a menos que o cozinheiro tenha pelo menos quatro gerações em Bari.
«- Não queria parecer indelicado com o Hans [...], mas tenho algumas dúvidas quanto ao facto de ele ser capaz de fazer bem o prato.
«- Prova-o e logo falamos. [...] Então? [...]
«- Tinhas razão. Um prato como este só a velha Marietta era capaz de fazer.»
Gianrico Carofiglio - As perfeições provisórias. Porto: Porto Ed., 2013, p. 112-113


Empadão à moda de Bari

200 g de arroz
700 g de mexilhões
1 dente de alho
400 g de batata
Azeite virgem extra
1 cebola grande, cortada em rodelas finas
70 g de Pecorino ralado
Salsa picada
Pimenta moída de fresco

Coza o arroz em água.
Limpe os mexilhões, lave em água corrente e, numa panela, leve ao lume durante alguns minutos com o dente de alho. Depois de as cascas abrirem, passe o suco por um passador fino ou por um pano e reserve. Deite fora os mexilhões fechados. Retire os mexilhões das cascas e reserve. Descasque as batatas, lave e corte em rodelas finas.
Unte um prato de forno com azeite e cubra com a batata.
De seguida, vá dispondo em camadas o arroz, as rodelas de cebola, o Pecorino, a salsa e os mexilhões, até acabarem todos os ingredientes, devendo terminar com as batatas.
Tempere com pimenta, salpique com azeite, regue com o suco dos mexilhões e leve ao forno previamente aquecido a 180°C durante, aproximadamente, 45 m.
http://www.avitrinedosabor.com.br/italia/2517-empadao-a-moda-de-bari.html

Se não tivesse medo que isto saísse uma grande porcaria - não sou de Bari, nem tenho ascendentes desta cidade (a não ser que estejam lá muito para trás) -, metia mãos à obra.

6 comentários:

hmj disse...

Para MR:
Se metesse mãos à obra teria, certamente, um amiguinho para os mexilhões !!!

MR disse...

Parece-me um pouco estranha esta mistura de batatas com arroz. Mas eu gostava de a experimentar.
Para os mexilhões sim, mas para a mistela... :(
Boa tarde!

hmj disse...

Para MR:
Pois, também assim pensei. Mas como sigo as receitas apenas até ao limite do meu gosto, já tinha decidido de deixar cair o arroz e optar apenas pelas batatas. Deve ficar melhor. O arroz no meio deve servir para empapar demasiado.
O resto até me parece promissor !!!

MR disse...

Então talvez faça como a HMJ diz. Porque o arroz... :(
Bom dia!

Filipe Vieira Nicolau disse...

Não comi quando estive em Bari no ano passado. Já percebi, tenho de voltar... Luís, percebeste?

MR disse...

E se prestar tragam o cozinheiro para nos fazer o petisco para um almoço prosimetronista. :)
Bom fim de semana!