Prosimetron

Prosimetron

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Séraphine de Senlis

Desconhecia a existência desta pintora até ter assistido na 2.ª feira à apresentação do filme Séraphine, de Martin Provost.
Em 1912, o coleccionador alemão Wilhelm Uhde, primeiro comprador de Picasso e que descobriu Douanier Rousseau, aluga um apartamento em Senlis para escrever e contrata uma empregada, Séraphine, de 48 anos. Algum tempo depois, repara numa pequena tela de madeira pintada e fica espantado quando se apercebe que a autora é Séraphine. Começa então uma relação entre o marchand de arte e a empregada, de que toda a gente troça...
Em baixo, três quadros de Séraphine que estiveram numa exposição no Muséu Maillol, em Paris, até 18 de Maio passado, que tenho pena de não ter visto. Aliás, nem conheço este museu.


Les grappes de raisin


Le bouquet de feuilles


Feuilles

5 comentários:

LUIS BARATA disse...

Também quero ver. Um amigo já foi e gostou do filme.

Anónimo disse...

Eu também quero ver. Gostei da apresentação.
M.

ana disse...

Deve ser interessante!

eliana ferreira goncalves disse...

Acabei de assistir ao filme e vim pesquisar sobre a obra de stephanie e como os meus amigos que viram o filme comigo, também fiquei muito comovida, pena que naquela época os médicos não usavam o que ela sabia fazer tão bem que era a arte de pintar para tirá-la das crises.

Leonor disse...

EXELENTE POINTORA MAS ALLA DE ESTE MUNDO¡¡¡¡¡¡¡¡¡¡¡¡¡¡MUY VICIONARIA.CON LA PINTURA HIPPIE DESDE ARTGENTINA EXELENTE VI LA PELICULA Y ME GUSTO MUCHO MAS ¡¡¡¡¡¡¡¡¡¡