Prosimetron

Prosimetron

quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Leituras no Metro - 988

Paris: Fayard, 2018

Às vezes temos surpresas na Fnac. Ia eu para a fila de pagamentos quando dei de caras com este livro. Finalmente, a Fnac dá-nos agora acesso a umas novidades francesas.
Deste livro li apenas o prefácio que começa assim: «Ces mille vies sont passées trop vite, beaucoup trop vite, à l'allure à laquelle je condusait les voitures.» (p. 7)
«Le cinéma m'a mis sous les projejecteurs en 1960 et je n'en suis jamais sorti. Jean-Luc Godard, avec À bout de souffle, a scellé mon destin, celui que je voulais: être un acteur qu'on désire, que les réalisateurs recherchent, que les spectateurs aiment, être plusieurs, pouvoir prendre tous les costmes, interpréter une myriade de rôles et explorer l'humanité. Et surtout, m'amuser, jouer.» (p. 8)
Jean-Paul Belmondo tem 85 anos. Gostei imenso de O Acossado e Pedro, o Louco. Este então vi-o várias vezes...

Tenho este postal numa prateleira atrás de mim. Do filme À bout de souffle (O Acossado) com Jean Seberg e Jean-Paul Belmondo a passearem nos nos Campos Elísios. Foto de Raymond Cauchetier. O postal foi-me enviado por uma amiga em 1995, uma amiga com quem vi e vejo muito cinema.

Vou guardar a leitura deste livro para as minhas férias. É natural que o livro aqui volte.

6 comentários:

APS disse...

Gostei muito de rever esta foto, em que aparece a fresca Jean Seberg que, infeliz e prematuramente, se auto-imolou...
Bom dia.

LUIS BARATA disse...

Às vezes temos agradáveis surpresas como esta , mas ainda assim esperava da FNAC mais obras em francês.

Mister Vertigo disse...

Recentemente vimos uma entrevista na TV5 em que ele era entrevistado pelo filho e contava histórias bem saborosas de diversas filmagens (no fio da navalha). Um dia destes ao rever "O Acossado" vou tentar contar quantos cigarros ele fuma:)
Boa tarde e obrigado por esta sugestão literária.

MR disse...

APS,
A Jean Seberg tinha este ar fresco, mas não a vida não lhe foi agradável...

Luís,
Mas já teve menos livros em francês. Pode ser que ainda melhor...

Mister Vertigo,
Depois de eu o ler, posso passar-lho.

Bom dia para todos.

Paula Lima disse...

Este é um dos actores que admiro.
Folga-se sempre em ver bons livros na FNAC (às vezes não se percebe o critério de escolha para o que aparece nas prateleiras, mesmo os franceses..)
Bom dia

MR disse...

Pois não. Não sei mesmo se há critério... :)
Em certos casos, sabe-se que algumas editoras alugam os espaços para dar visibilidade aos seus livros. Este é o critério do lucro. :( E não é só na Fnac.
Bom dia!