Prosimetron

Prosimetron

sábado, 15 de novembro de 2008

Reviver o passado em Brideshead


O filme, dezassete anos depois da série da televisão britânica que também em Portugal foi vista e aplaudida como uma das melhores. Rever uma nova adaptação do romance de Evelin Vaugh, agora condensada num filme, parece quase uma blasfémia. Aceitar substitutos de Jeremy Irons e de Anthony Andrews, como Charles Ryder e Sebastian, ou Claire Bloom, Lawrence Olivier e Diana Quick, como lady e lord Marchmain e Julia Flyte, parece ser difícil. Mas a verdade é que o filme é bom, mesmo se a crítica nacional torce o nariz. A série e o filme são realidades diferentes, é evidente. E isso deve ser tido em conta.
Matthew Good, é um execelente Charles Ryder, Ben Wishaw, compõe um Sebastian Flyte, mais acentuadamente efeminado - a perspectiva do filme é mais focada na homossexualidade da personagem do que na série -, Emma Tompson é uma excelente lady Marchmain. Julia, aqui interpretada por Haylei Hatwell é, do meu ponto de vista, menos conseguida. E Micahel Ganbon, lord Marchmain, uma figura mais histriónica, mas bem interpretada.

A realização de Julian Jarrold é boa. E a imagem execelente, mais luminosa.
Um filme que vale a pena ver, mesmo pelos cépticos.

7 comentários:

Anónimo disse...

Adorei...Adorei esta série.
Adorei o ambiente inglês numa época fantástica (após a Grande Guerra); a amizade entre dois amigos: Charles e Sebastian, estudantes; a viagem e o viver a vida de Sebastian... o racionalismo de Charles...
O filme não deve ser tão completo como a série mas deve valer a pena ver. Gosto muito da Emma Thompson. Mas vai ser difícil ver outro Sebastian e outro Charles. Penso que o sucesso de Jeremy Irons começou com este papel.
Obrigada João Mattos Silva
A.R.

Filipe disse...

As interpretações de Matthew Good e de Emma Thompson são notáveis. Gostei desta adaptação!

LUIS BARATA disse...

Depois destas vossas apreciações, meus caros João e Filipe,estou menos reticente, mas ainda não me decidi.

Anónimo disse...

João, afinal já viu, ia convidá-lo para ir numa das minhas próximas idas a Lisboa. Parece-me bonito de fotografia. Mas a série era fidelíssima ao livro, lembro-me até de frases inteiras de diálogos. JPS

MR disse...

Fui ver e gostei.

MR disse...

Acho que deviam ter escolhido outro actor para o papel de Sebastian. Não nos conseguimos esquecer de Anthony Andrews.

Jad disse...

Também já fui ver. E é com gosto que se volta a Reviver a história de Brideshead.